Novidades
Início / LIÇÃO ADULTOS - 4° TRIMESTRE 2018 / Adultos: Lição 06 – Imagens de Unidade – 03 a 10 de Novembro 2018

Adultos: Lição 06 – Imagens de Unidade – 03 a 10 de Novembro 2018

Print Friendly, PDF & Email

 



FAZER DOWNLOAD AQUI


VERSO PARA MEMORIZAR

Assim como o corpo é um e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, constituem um só corpo, assim também com respeito a Cristo” (1Co 12:12).


LEITURA DA SEMANA

1Pe 2:9; Êx 19:5, 6; Ef 2:19-22; 1Co 3:16, 17; 1Co 12:12-26; Jo 10:1-11; Sl 23


SÁBADO A TARDE – 03 DE NOVEMBRO 2018 – Ano Bíblico: Jo 14, 15

Os que estudam a Bíblia sabem que ela é repleta de imagens e símbolos que apontam para realidades maiores que essas imagens e símbolos. Por exemplo, a essência de todo o sistema sacrifical bíblico é, em certo sentido, um símbolo de uma realidade muito maior: Jesus e o plano da salvação.

Muitas outras imagens são usadas na Bíblia e, às vezes, imagens dos elementos mais básicos, como a água, o fogo e o vento. Dependendo do contexto, essas imagens revelam verdades espirituais e teológicas. Por exemplo, Jesus disse: “O vento sopra onde quer, ouves a sua voz, mas não sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo o que é nascido do Espírito” (Jo 3:8). O vento foi usado como símbolo do Espírito Santo.

A Bíblia utiliza uma série de imagens para descrever a unidade que encontramos na igreja – a unidade que Deus nos chama a manifestar diante do mundo. Individualmente, nenhuma imagem é completa. Em vez disso, no seu conjunto, essas imagens revelam muitas coisas sobre a unidade da igreja, como o relacionamento da igreja com Deus, os relacionamentos entre os membros e a relação da igreja com a comunidade.

A lição desta semana examina algumas imagens e o que elas revelam sobre a unidade em Cristo.


DOMINGO, 04 DE NOVEMBRO 2018 – O POVO DE DEUS – Ano Bíblico: Jo 16–18

A igreja são pessoas, mas não qualquer tipo de pessoas. A igreja é o povo de Deus, os que pertencem a Ele, que O reclamam como seu Pai e Salvador, que foram redimidos por Cristo e que Lhe obedecem. Essa imagem ressalta o conceito de que Deus tem um povo na Terra desde a introdução do plano da salvação, e que existe uma continuidade entre Israel, no Antigo Testamento, e a igreja, no Novo. Desde os dias de Adão, dos patriarcas que viveram antes e após o Dilúvio, e de Abraão, Deus fez uma aliança com Seu povo para que ele representasse Seu amor, misericórdia e justiça para o mundo.

O povo de Deus é chamado de “geração eleita”, “sacerdócio real” e “nação santa”. Esses termos indicam que Seu povo foi separado para um propósito especial: “Anunciar as grandezas Daquele que os chamou das trevas para a Sua maravilhosa luz” (1Pe 2:9, NVI). Isso também é um eco de uma descrição do caráter gracioso de Deus, representado em Êxodo 34:6, 7. “O Senhor comprou a igreja como Sua propriedade exclusiva a fim de que seus membros reflitam os preciosos atributos do caráter divino e proclamem a misericórdia a todas as pessoas” (Comentário Bíblico Adventista, v. 7, p. 614).

2.Leia Deuteronômio 7:6-8. O que levou Deus a escolher os descendentes de Abraão como Seu povo? Isso é aplicável hoje?

Podemos nos perguntar: Qual país hoje merece o rótulo de “nação santa” (outra imagem da igreja)? Nenhum! As nações e etnias são compostas por pessoas que não merecem o amor nem a graça de Deus. E, embora a Bíblia nos chame a ser um povo santo, ela também ensina que a escolha e o estabelecimento de Israel como povo foram fundamentados em Seu amor, não em nenhum mérito humano. A formação do povo de Deus foi um ato de amorosa criação e, apesar do pecado e da apostasia em escala nacional, Deus manteve Sua promessa a Abraão de que, por meio da semente dele, Cristo, Ele salvaria Seu povo. Assim como a eleição do povo de Deus foi um ato de Sua graça, a salvação também é. Esse tema relembra nossas raízes comuns no imerecido favor de Deus.


SEGUNDA-FEIRA, 05 DE NOVEMBRO 2018 – A CASA DE DEUS – Ano Bíblico: Jo 19–21

Outra imagem do povo do Senhor no Novo Testamento é a “casa” de Deus. É uma metáfora de pedras e edifícios que destacam a natureza complexa e interdependente dos relacionamentos humanos na igreja. Pedro se referiu aos cristãos como “pedras vivas” (1Pe 2:5, NVI). Essa metáfora também inclui uma característica de permanência e solidez.

3. Leia Efésios 2:19-22. Quais ideias importantes Paulo enfatizou nessa passagem? O que essa imagem revela sobre a unidade na igreja?

Paulo reuniu duas imagens da igreja: uma inerte (casa ou edifício) e outra viva (família).

Uma pedra não é muito valiosa por si só, mas unida a outras pedras ela se torna uma estrutura capaz de suportar as tempestades da vida. Nenhum cristão pode ser uma pedra isolada, mas deve estar ligado a outros na comunhão da família de Deus. Para que um edifício seja sólido, ele também deve estar sobre um sólido fundamento. Jesus Cristo é esse fundamento e a “pedra angular” da casa de Deus (veja também 1Co 3:11). A igreja deixaria de existir se não tornasse Cristo a pedra angular de suas atividades. Na verdade, a igreja está relacionada com Jesus Cristo: Sua vida, morte, ressurreição e segunda vinda. A igreja forma uma comunidade de cristãos unidos para compartilhar com o mundo as boas-novas sobre Jesus.

A imagem de uma família também é muito significativa. Ela se baseia nos relacionamentos entre as pessoas. É uma imagem familiar de pai, mãe, irmãos e irmãs. O vínculo entre os membros da família pode ser forte, e a lealdade que o acompanha muitas vezes transcende todos os outros vínculos externos. A lealdade é uma parte importante da unidade, pois como poderia haver unidade sem lealdade?

Como essa imagem se relaciona com a igreja? Os membros da igreja também fazem parte de uma grande família. Estamos ligados uns aos outros não apenas porque pertencemos à família humana por meio do nosso antepassado comum, Adão, mas também porque estamos ligados a Jesus, o segundo Adão, mediante nossa experiência comum do “novo nascimento”. Portanto, nos tornamos unidos não apenas por causa das mesmas verdades doutrinárias que aceitamos, mas também na experiência da conversão, como pessoas que têm uma nova vida em Jesus.

sobre Portal da Escola Sabatina Online

O Portal da Escola Sabatina Online, Foi criado no dia 31 de Dezembro 2016 com o único intuito é incentivar a todos interessados a estudarem a LES e lhe concedendo a oportunidade de terem acessos diariamente pela via online. Todos os conteúdos do Portal é extremamente de máxima qualidade! Direção: Thiago A. de Oliveira - Baixo Guandu/ES.

Além disso, verifique

Informativo das Missões (Menores): Guardas de Vestes Brancas – 24 de Novembro 2018

  Numa tarde de sábado, trinta desbravadores e seus líderes juntamente com outros adultos se …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale Conosco!!