Novidades
Início / COMENTÁRIOS PARA ADOLESCENTES / Comentários para Adolescentes: Lição 10 – Dons Espirituais – 01 a 08 de Setembro 2018

Comentários para Adolescentes: Lição 10 – Dons Espirituais – 01 a 08 de Setembro 2018

Print Friendly, PDF & Email

 



SÁBADO A TARDE – 01 DE SETEMBRO 2018 – NÃO PERCA TEMPO

“Tu criaste o íntimo do meu ser e me teceste no ventre de minha mãe.” Salmo 139:13

Deus formou o primeiro ser humano do pó da terra e soprou o fôlego de vida nas narinas. Apesar de Deus não moldar mais os recém-nascidos a partir do barro, uma intervenção divina acontece e milhares de seres humanos nascem todos os dias.

Deus nos conhece antes de sermos concebidos e por nos conhecer tão bem, sabe exatamente da capacidade que temos para desenvolver dons que Ele nos concede. Já ouvi muitas pessoas falarem que não tem um dom sequer, ou que ainda não descobriu seu dom. É curioso imaginar que nosso Criador sabe o que temos condições de realizar e nós, infelizmente, muitas vezes perdemos tempo sem saber o que fazer.

Passamos nossa vida admirando pessoas na utilização dos seus dons e deixamos adormecido dentro de nós todo potencial de realização que Deus bondosamente nos permite ter.

Nós vivemos um período de urgência espiritual, há pessoas que estão em busca de algo para preencher o vazio do seu coração. E esta é a oportunidade de desenvolvermos nossos dons, especialmente os espirituais e pregar o Evangelho da Salvação.

Se Deus criou o íntimo do nosso ser, como diz o Salmo, e se todo cristão já nasce um missionário, a probabilidade de não termos um dom sequer, é nula. Portanto, que tal, em oração, pedir a Deus que te mostre qual dom ou dons você tem? E de que maneira você pode utilizá-los para anunciar a volta de Jesus?

Pense: “O que você é, é presente de Deus para você; o que você faz consigo mesmo é seu presente para Deus”.

Decisão: Se você ainda não descobriu seu dom, não perca mais tempo. Ore a Deus, converse com seus pais ou amigos e peça para te ajudarem a descobrir o presente que Deus te deu.


DOMINGO, 03 DE SETEMBRO 2018 – HONRE A DEUS

“Cada um exerça o dom que recebeu para servir os outros, administrando fielmente a graça de Deus em suas múltiplas formas.” 1Pedro 4:10

Tenho uma amiga que tem um dom admirável: cantar. Sua voz é maravilhosa e quando ela canta especialmente louvores ao Senhor, ecoa como se fosse um lindo rouxinol.
Durante muitos anos ela viajou pregando o Evangelho com sua voz melodiosa. De maneira sublime pessoas sentiam a presença do Espírito Santo, se rendiam aos pés de Jesus e foram despertadas da vida desnorteada que viviam.

Um dia ela foi convidada para cantar em um evento e seria paga por isso. Mais uma vez ela cantou lindamente e encantou a todos os presentes. No final da apresentação ela foi muito elogiada e a partir desta data recebeu convites para outras apresentações.
Em pouco tempo, seu louvor se tornou um trabalho remunerado e a pregação do evangelho um comércio. Ela era muito requisitada em casamentos, bodas, palestras, enfim, sua agenda estava sempre repleta de compromissos. E por muitos anos ela utilizou seu dom para se beneficiar financeiramente.

Mas um dia, depois de uma apresentação ela sentiu um vazio no peito e se perguntou o que estava fazendo ali? A pregação do Evangelho não fazia mais parte do seu repertório musical e a nova vida não lhe trazia alegria nem paz de espírito.

Felizmente ela reconheceu que o caminho escolhido para utilizar o dom maravilhoso que Deus lhe deu estava errado. Ela teve tempo de se reconciliar e retomar sua vida ao lado de Cristo.
Quando utilizamos nossos dons que seja sempre para honrar e glorificar à Deus na beleza da Sua santidade.

Pense: Com certeza você tem um ou mais dons! Utilize-o com alegria e prazer, mas não se esqueça que Deus tem que estar sempre em primeiro lugar.

Decisão: Você seria capaz de enumerar seus dons e responder se eles estão sendo utilizados para pregação do evangelho?


SEGUNDA-FEIRA, 04 DE SETEMBRO 2018 – ALEGRIA

Ao pensarmos em dons do Espírito, podemos mencionar também sentimentos que nós cristãos devemos manter sempre em evidência, mesmo diante de tantas provações e dificuldades que enfrentamos.
A Palavra de Deus nos diz que o cristão deve andar sempre alegre e a palavra alegria é citada mais de 150 vezes na Bíblia.

A alegria vem de Deus como resultado de fé e obediência. A abundância da alegria está diretamente ligada à proximidade e constância do cristão em relação ao caminho do Senhor. O pecado na nossa vida pode roubar a nossa alegria.

A verdadeira alegria é, evidentemente, independente das circunstâncias. O cristão, cheio do Espírito, continua a alegrar-se mesmo enfrentando problemas. A alegria bíblica é claramente diferenciada dos prazeres temporais deste mundo, que estão sempre associados às circunstâncias.

O propósito da alegria é providenciar bênçãos para os cristãos. A alegria nos habilita a desfrutarmos de tudo o que Deus tem nos dado: saúde, família, amigos, oportunidades e salvação. Quando nos alegramos, essa alegria pode ser dividida com outros. A abundância de alegria é fruto do Espírito Santo, usufruída por aqueles que permanecem na fé.

Portanto, além de sermos responsáveis em utilizar nossos dons espirituais na pregação do Evangelho, é importante demonstrarmos que esses dons provocam sentimentos que nos fazem refletir o caráter de Cristo Jesus.
A partir de hoje, faça a diferença, mostre a alegria de ser cristão e conquiste pessoas para que permaneçam nos caminhos do Senhor.

Pense: Os cristãos deveriam usar a liberdade em Cristo para servirem uns aos outros em amor.

Decisão: Ao se encontrar com as pessoas neste dia, seja na escola, no trabalho ou na rua, demonstre alegria, sorria e fale do amor transbordante amor de Jesus.


QUARTA-FEIRA, 05 DE SETEMBRO 2018 – SOMOS UM

Você já imaginou se nosso corpo fosse feito apenas de pés? Ou quem sabe um corpo feito só com olhos? Seria muito estranho! Teríamos que unir vários corpos para formar um corpo como o que temos e andarmos todos juntos para um ajudar o outro na sua debilidade.

Quando Deus nos criou, na Sua sabedoria, nos formou com partes diferentes dentro de um mesmo corpo. Cada órgão ou membro foi feito com uma função específica, porém um depende do outro para compor o corpo humano e realizar tantas atividades.

Somos uma máquina com uma engrenagem que trabalha em sincronia e sintonia perfeitas. Se alguma parte do corpo é afetada, certamente teremos diversos problemas.

Quando falamos em dons Espirituais, devemos manter o mesmo pensamento com relação ao nosso corpo. Cada um de nós tem um ou mais dons para serem desenvolvidos e certamente se não tivermos a colaboração de outras pessoas, nosso trabalho ficará incompleto.

De maneira geral, um dos dons mais importantes do cristão é orar, especialmente intercedendo por outra pessoa. Esse dom nos aproxima de Deus e nos faz sentirmos úteis. É sempre um prazer ver o resultado na vida daquele por quem oramos.

Portanto, se ainda não descobrimos nosso dom, saiba que a oração é um dom precioso que Deus deu para todas as pessoas. Cabe a nós apenas praticá-lo.

Pense: “ … tendo, porém, diferentes dons segundo a graça que nos foi dada… faça-o com dedicação.” Romanos 12: 6;8

Decisão: Agora você já sabe que tem o dom de orar. Que tal começar a praticá-lo na sua vida? Busque a Deus em oração e se proponha orar por alguém esta semana.


QUINTA-FEIRA, 06 DE SETEMBRO 2018 – FAÇA COM DEDICAÇÃO

Você já observou que muitas pessoas acumulam diversas funções? Seja na escola, na igreja, em casa, enfim, são pessoas multiuso. Talvez você seja assim ou conheça alguém que seja dessa maneira.
Para alguns o acúmulo de função pode ser visto como exibicionismo, para outros como dedicação. Mas o fato é que muitas funções concentradas na vida de uma pessoa não é saudável. Num determinado tempo, haverá um esgotamento físico e/ou mental que será necessário parar com tudo.

Quando me refiro a dons espirituais, conheci pessoas extremamente dedicadas ao serviço cristão, desempenhando várias atividades e que depois de algum tempo tiveram problemas de saúde ou até mesmo abandonaram a fé.

O excesso pode nos levar ao cansaço e automaticamente nos desmotivar. E o que era para ser prazeroso se torna enfadonho e chato. Temos que estar alertas aos dons recebidos de Deus e coloca-los em prática com cautela para não sermos alvo dos ataques do inimigo e ao invés de promovermos bênção na vida das pessoas, provocarmos o afastamento de Cristo.

Saber reconhecer os dons recebidos de Deus é um deleite e saber usá-los é uma vitória. Devemos avaliar cada dom e discernir o momento correto de praticá-lo. Ser luz para o mundo é nosso dever, estar com a bateria carregada é nossa obrigação.

Então, cuidemos com o excesso. Tenhamos moderação em tudo o que fizermos. Deus nos deu um dia com 24 horas e nos cabe dividi-lo de maneira que tenhamos tempo para trabalhar para Deus, descansar e ter momentos de lazer com nossos familiares e amigos.
Deus quer cristãos para o serviço, cheios de alegria e prazer e que sejam sempre constantes, mesmo que seja em apenas uma atividade.

Pense: “No zelo, não sejais remissos; sede fervorosos de espírito, servindo ao Senhor.” Romanos 12:11

Decisão: Escolha um dom e comprometa-se a utiliza-lo por um determinado período com dedicação sem deixar que qualquer outra coisa tire seu foco. No final desse período, avalie e com certeza você terá surpresas com o seu desempenho.


SEXTA-FEIRA, 07 DE SETEMBRO 2018 – UNIDOS COM CRISTO

Competição, no sentido de lutar por um mesmo objetivo, pode ser uma coisa saudável. Motiva-nos a estudar mais ou correr mais rápido. Não há nada de errado no desafio e no incentivo de se alcançar um objetivo. Entretanto, quando o pecado abre uma brecha e entra no espírito de competição, o objetivo do sucesso pessoal é deturpado, tornando-se uma obsessão. Essa competição pode tirar o foco de nossa atenção do objetivo final e mover-nos a fazer comparações com os outros. Isso torna errada a competição.

A competição tornou-se tão comum em nossa cultura, que assumimos que ela é aceita por Deus de qualquer forma. As Escrituras Sagradas não concordam com essa posição. O ideal defendido na Bíblia é a cooperação, a concórdia e a unidade entre cristãos. Várias metáforas são usadas para descrever e exemplificar essas cooperações: somos parte de um todo, o “corpo de Cristo”, a “geração escolhida” e “sacerdócio real”.

O presente do Espírito Santo para a igreja primitiva veio quando os cristãos estavam reunidos no mesmo lugar. O apóstolo Paulo falou em várias ocasiões sobre a necessidade da união no Espírito.
Os dons do Espírito existem para que trabalhemos em harmonia uns para com os outros, conforme o Espírito Santo direcionar, para que, então, todo o corpo do cristão trabalhe em conjunto.

Nós somos responsáveis pelo bem estar uns dos outros, devemos orar uns pelos outros, fomos chamados para ter um mesmo pensamento e viver em paz.

Pense: Se uma discussão surge, devemos dar “preferência” ao outro – ou desistir de nossos direitos para alcançar harmonia.

Decisão: Se há entre você e alguém alguma rivalidade. Ore a Deus e converse com essa pessoa para que vocês se unam verdadeiramente no amor fraternal de Cristo Jesus.
Feliz Sábado!

sobre Portal da Escola Sabatina Online

O Portal da Escola Sabatina Online, Foi criado no dia 31 de Dezembro 2016 com o único intuito é incentivar a todos interessados a estudarem a LES e lhe concedendo a oportunidade de terem acessos diariamente pela via online. Todos os conteúdos do Portal é extremamente de máxima qualidade! Direção: Thiago A. de Oliveira - Baixo Guandu/ES.

Além disso, verifique

Álbum de versos: Jardim e Primários

  Arquivo compactado contendo o material sugestivo e de apoio para o álbum de versos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale Conosco!!