Novidades
Início / COMENTÁRIOS PARA ADOLESCENTES - 1° TRIMESTRE 2019 / Comentários para Adolescentes: Lição 10 – Cativante…e Muito Mais – 02 a 09 de Março 2019

Comentários para Adolescentes: Lição 10 – Cativante…e Muito Mais – 02 a 09 de Março 2019

image_pdfFazer Downloadimage_printImprimir

 



SÁBADO A TARDE, 02 DE MARÇO 2019 – ATÉ QUE A MORTE OS SEPARE

“Depois que lhe deu de beber, disse: Tirarei água também para os seus camelos até saciá-los.” Gên. 24:19

O comportamento de Rebeca ao receber Eliézer e seus camelos foi decisivo para revelar que ela era a moça escolhida para se casar com Isaque. Rebeca se mostrou tão prestativa que se preocupou até com os animais. E quando recebeu a notícia do casamento, prontamente aceitou. Isaque também não questionou a decisão de seus pais. Ele aguardou ansioso, a chegada da futura esposa.

Hoje a maioria dos jovens quer “ficar” antes de manter um relacionamento sério com alguém. Muitas vezes são atraídos pela beleza física ou popularidade da pessoa e depois desse relacionamento relâmpago, sentem-se vitoriosos por mais uma conquista.

Há poucos dias, minha filha foi a um acampamento de verão e lá ela conheceu um garoto com apenas 14 anos, que disse ter “ficado” com mais de 100 meninas. E sabe qual foi sua justificativa para tantas conquistas? Rebeldia. Ele quer mostrar ao mundo que é livre para fazer o que bem entender. Cuidado! Essa falsa liberdade pode nos levar para caminhos perigosos e muitas vezes sem retorno.

Rebeca e Isaque foram jovens obedientes aos pais e tementes a Deus. Ambos confiaram plenamente que o melhor estava sendo preparado para eles e não tiveram pressa. Não foi necessário “ficar” ou “experimentar” algo antes do casamento. Eles foram pacientes e no tempo de Deus estavam prontos para se unirem.

Pense: Quais suas expectativas com relação a um (a) namorado (a)? Você já orou a Deus sobre esse assunto?

Decisão: Que tal confiar a Deus a pessoa com quem você irá se casar um dia? Converse com Deus sobre este assunto e aguarde no tempo de Deus.


DOMINGO, 03 DE MARÇO 2019 – PRECOCE 

“É com ela que eu vou me casar!” Essas palavras foram do meu marido quando aos nove anos de idade me viu subindo a rampa da escola com um chapeuzinho de crochê na cabeça. Na época, eu estava com dez anos de idade e nem sonhava em ter um namorado, aliás, eu era tão tímida que nem passava pela minha cabeça que algum garoto gostasse de mim.

Durante nove anos, período em que estudamos juntos, nós fomos apenas colegas, pois além das nossas turmas serem diferentes e ao contrário da minha timidez, ele era o garoto mais popular da escola. Sempre cercado de amigos, dificilmente eu me aproximava dele.

Quando terminamos o ensino médio, seguimos caminhos diferentes e na mesma época em que eu comecei a namorar, ele também começou um namoro. Raramente nós nos víamos e coincidentemente na mesma época, após três anos de namoro, cada um de nós terminou o relacionamento.

A partir dessa época, nós nos aproximamos e nos tornamos amigos de verdade. Em poucos meses eu fui me identificando e me envolvendo com a pessoa honesta, amiga, companheira e paciente que ele era. Eu confidenciava meus segredos, medos, sonhos e muitas vezes, seu silencio era a resposta que eu precisava ouvir.

Foi em uma viagem que eu me surpreendi com o pedido em casamento, pedido esse que prontamente foi aceito. Depois de cinco meses, estávamos casados e até hoje, quando me lembro dessa época, me emociono.

Neste ano completaremos vinte e cinco anos de casados. E ele continua sendo o mesmo menino: honesto, amigo, companheiro, paciente e popular da época da escola. Eu creio que Deus permitiu nossa união, pois na sua onisciência, sabia que juntos seríamos Seus instrumentos na pregação do Evangelho.

Pense: Deus tem sempre um plano para cada um de seus filhos. Mesmo que pareça impossível pra você, se for da vontade de Deus, seja paciente e aguarde.

Decisão: Você conhece a história de vida de seus pais? Como se conheceram e resolveram se casar? Que tal descobrir essa história?


SEGUNDA-FEIRA, 04 DE MARÇO 2019 – VIVER É UMA  ARTE

Vocês já assistiram ao desenho Up-Altas Aventuras? É uma linda e emocionante história de amor. O desenho relata a vida a dois de um jeito tão leve, que é impossível não se apaixonar. O relacionamento entre o casal é o mesmo desde a infância e o amor entre eles não muda.

Eles enfrentam as situações rotineiras de maneira simples e bem humorada, sem neuras ou pessimismo. E mesmo diante da morte, o desejo de realizar sonhos continua.
Uma história secular que chama a atenção pelo cuidado como foi escrita, nos dando a entender que a vida a dois tem que ser vivida com amizade, companheirismo, respeito pelas diferenças e acima de tudo com união, para os objetivos serem alcançados juntos.

Quando nos unimos a alguém pelo matrimônio nós concordamos que estamos dispostos a viver com a pessoa escolhida por toda a nossa vida, enfrentando as barreiras juntos e nos alegrando quando os sonhos se tornarem realidade.

O plano de Deus para seus filhos que decidem se casar é “até que a morte os separe”. Então, antes de pensar em se relacionar com alguém é importante orar e confiar que na hora exata você saberá fazer a escolha correta. E lembrem-se: nada de “ficar”. Temos que reservar o melhor de nós para o momento certo.

Pense: “Agrada-te do Senhor, e Ele satisfará os desejos do teu coração”. Sl.37:4

Decisão: Na realidade não é um desafio, mas uma sugestão. Assistem ao filme Up-Altas Aventuras. Você poderá tirar algumas lições simples, porém importantes.


TERÇA-FEIRA, 05 DE MARÇO 2019 – PENSE BEM

Todos nós temos sonhos, desejos e a esperança de um dia realizá-los. Normalmente pensamos no futuro como um tempo muito distante e não percebemos que nosso presente é quem vai determinar o que acontecerá no futuro. E assim, nossos dias passam ser percebermos!

Um dia desses, minha filha estava conversando com uma amiga e elas falavam das características dos seus futuros filhos. O curioso é que pra cada característica pensada, o pai terá que ser diferente, daí a importância de fazer uma sábia escolha. Na imaginação delas os filhos serão amigos e provavelmente se casarão, então será formada uma única família e todos serão felizes para sempre.
Esse conversa me deixou bem feliz, pois os valores que transmitimos estão sendo pensados para serem aplicados no futuro.

Hoje, estamos vivendo em um tempo onde o casamento já foi substituído pelo “contrato nupcial”, dando liberdade para as pessoas se unirem e se separarem como e quando quiserem. Para muitos, o casamento é uma instituição falida e o que está escrito na Bíblia se torna ultrapassado, dando lugar ao “se não der certo, me separo.”

O que Deus uniu o homem não separe. São essas palavras que ecoam desde o princípio, quando Adão e Eva ainda não havia pecado. O casamento foi instituído por Deus para o homem e a mulher serem felizes, se completarem e gerar vida.
Hoje a palavra casamento pode não significar muito pra você, mas saiba que em um futuro bem próximo, seu momento vai chegar. Então, desde já, ore a Deus para que Ele te ajude a fazer a escolha certa.

Pense: “Agrada-te do Senhor, e Ele satisfará os desejos do teu coração”. Sl.37:4

Decisão: Pesquise na Bíblia as consequências de relacionamentos começados de forma correta/incorreta e analise as consequências.


QUARTA-FEIRA, 06 DE MARÇO 2019 – A PESSOA CERTA

É muito interessante observar o comportamento das pessoas. Cada uma diferente da outra, com ações e palavras bem particulares. Mas quando essas pessoas se juntam formando grupos, normalmente o comportamento de todos se torna igual.

Nesses primeiros dias do ano, na faculdade onde eu estudo, chegou um número grande de novatos. A maioria deles passeia pelos corredores como se estivessem perdidos e a procura de alguma coisa. São ainda meninos e meninas tentando se localizar no espaço.

Nas pequenas rodas que se formam no intervalo, consigo perceber que, a maioria desses jovens, além de estarem conhecendo o lugar aonde irão passar alguns anos, já estão à procura de alguém. Seus olhos são como uma máquina digital, fotografando tudo e quando encontram alguém “especial”, surgem às perguntas.

“Você viu? Que gata/gato! Qual curso ele/ela faz? De onde veio? Você conhece?” e é incrível! Em questão de horas, a pessoa é investigada e descobre-se tudo dela. E o próximo passo é fazer amizade com algum amigo da pessoa escolhida para serem apresentados.

Por incrível que pareça em poucos dias de aula, já presenciei várias situações iguais a essa, realmente quando se trata de escolher alguém, queremos chegar primeiro.
Só fico me perguntando se todos esses jovens tiveram a preocupação de orarem pedindo a Deus para fazerem escolha certa ou estão apenas querendo “ficar” com a pessoa mais gata da faculdade.

É importante sempre lembrarmos que servimos um Deus que quer nossa felicidade em todos os aspectos, mas devemos fazer a nossa parte também. Se sairmos por aí escolhendo alguém sem ter orientação divina, a escolha pode ser errada e as consequências desastrosas.

Pense: “O amor que nós temos na juventude é superficial comparado com o amor que o homem velho tem por sua velha esposa.” Will Durant

Decisão: Converse com seus pais ou algum casal amigo e pergunte-lhes como foi que eles se conheceram e o que eles viram um no outro que chamou atenção para uma aproximação?


QUINTA-FEIRA, 07 DE MARÇO 2019 – FELIZES PARA SEMPRE

Quando falamos em casamento, logo imaginamos uma linda noiva vestida de branco, daminhas entrando com as alianças, uma festa para celebrar a união, pessoas elegantes prestigiando os noivos. Enfim, só pensamos no que é bom! E têm que ser assim.

Mas não devemos esquecer que casamento, é pra vida toda. E ao nos casarmos estamos decidindo permanecer com a pessoa escolhida até os últimos dias de nossa vida. Isso significa que a felicidade desfrutada no dia do casamento tem que perdurar, inclusive nas dificuldades e provações.

Isaque provou que realmente amava Rebeca. Desde o primeiro momento que se encontraram Isaque sabia que ela era a mulher da sua vida. Ele deu provas disso quando orou a Deus pedindo que ela pudesse gerar filhos.

A preocupação do bem estar de sua amada fazia parte do amor que sentia por ela. Ele partilhava das suas alegrias, seus medos, seus sonhos e não pensou muito para clamar a Deus para curar sua esposa da esterilidade.

Quando Deus disse que o homem e a mulher deixariam seus pais para se unirem e se tornarem um, significa que faremos ao outro como se estivéssemos fazendo a nós mesmos. Realmente, casamento é coisa séria!

Pense: Antes de dar qualquer passo sobre esse assunto, peça conselho aos seus pais, mas primeiramente a Deus.

Decisão: Converse com seus pais e peça-lhes para contar se eles viveram alguma situação onde um dos dois teve que intervir de maneira mais intensa.


SEXTA-FEIRA, 08 DE MARÇO 2019 – GUIADO POR DEUS

Reflitam neste texto extraído do livro Patriarcas e Profetas de Ellen G. White.
Feliz Sábado!

“Isaque foi altamente honrado por Deus, sendo feito herdeiro das promessas pelas quais o mundo deveria ser bendito; entretanto aos quarenta anos de idade, sujeitou-se ao ensino de seu pai ao designar seu servo experimentado e temente a Deus, a fim de escolher-lhe uma esposa. E o resultado daquele casamento, conforme é apresentado nas Escrituras, é um quadro terno e belo, de felicidade doméstica: “E Isaque trouxe-a para a tenda de sua mãe Sara, e tomou a Rebeca, e foi-lhe por mulher, e amou-a”. Assim, Isaque foi consolado depois da morte de sua mãe. (Gên. 24:67).

Que contraste entre o procedimento de Isaque e o que é praticado pelos jovens de nossos tempos, mesmo entre os professos cristãos! Os jovens mui frequentemente acham que a entrega de suas afeições é uma questão na qual o eu apenas deveria ser consultado, questão esta que nem Deus nem os pais de qualquer modo deveriam dirigir.

Muito antes de atingirem a idade de homens ou mulheres feitos, julgam-se competentes para fazer sua escolha, sem o auxílio de seus pais. Alguns anos de vida conjugal são usualmente bastantes para mostrar-lhes seu erro, mas muitas vezes demasiado tarde para impedir seus resultados funestos. Pela mesma falta de prudência e domínio próprio que determinaram a escolha precipitada, dá-se ocasião a que o mal se agrave, até que a relação matrimonial se torne um jugo mortificante. Muitos assim fizeram naufragar sua felicidade nesta vida, e sua esperança da vida futura.

Se há um assunto que deve ser cuidadosamente considerado, e no qual se deve procurar o conselho de pessoas mais velhas e experimentadas, é o do casamento; se a Bíblia já foi necessária como conselheira, se a direção divina em algum tempo deveria ser procurada em oração, é antes de dar um passo que liga pessoas entre si para a vida toda. Os pais nunca devem perder de vista sua responsabilidade pela felicidade futura de seus filhos. O respeito de Isaque aos conselhos de seu pai foi o resultado do ensino que o habilitou a amar uma vida de obediência”.

sobre Portal da Escola Sabatina Online

O Portal da Escola Sabatina Online, Foi criado no dia 31 de Dezembro 2016 com o único intuito é incentivar a todos interessados a estudarem a LES e lhe concedendo a oportunidade de terem acessos diariamente pela via online. Todos os conteúdos do Portal é extremamente de máxima qualidade! Direção: Thiago A. de Oliveira - Baixo Guandu/ES.

Além disso, verifique

Informativo das Missões (Adultos): Salvando Angola – 23 de Março 2019

Fazer DownloadImprimir  Paulo deixou a mãe extremamente zangada, quando abandonou o emprego e decidiu evangelizar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Portal da Escola Sabatina Online

Seja Bem-Vindo(a), Estude diariamente as Lições da Escola sabatina da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

× Fale Conosco!