Novidades
Início / COMENTÁRIOS PARA ADULTOS / Comentários para Adultos: Lição 06 – O Ministério de Pedro – 04 a 11 de Agosto 2018

Comentários para Adultos: Lição 06 – O Ministério de Pedro – 04 a 11 de Agosto 2018

Print Friendly, PDF & Email

 



SÁBADO A TARDE – 04 DE AGOSTO 2018 – INTRODUÇÃO

Pedro, talvez o mais velho e com maior experiência de vida, também, o mais voluntarioso entre os apóstolos, sempre disposto a ser o primeiro a responder ou interpelar o Mestre. Assumiu, por isso, a liderança dos apóstolos. De personalidade dúbia, ao mesmo tempo que declara fidelidade a Jesus até à morte, O nega repetidamente. Jesus conduz Pedro a uma desconstrução, para formação de uma nova criatura, saindo de traidor para representante, porta-voz e embaixador de Cristo.

De fraco e vacilante para leal, corajoso e destemido. Seu sermão no Pentecostes, seu segundo sermão, na porta do templo, após ter curado um aleijado de nascença, atribuindo o milagre ao Nome, de Jesus, acusando a liderança hebreia de cúmplices da morte de Jesus, que foi ressuscitado e exaltado por Deus. Isto ocasionou sua prisão e de João. Esse fato permite a Pedro uma das mais corajosas declarações de fé: “Julguem os senhores mesmos se é justo aos olhos de Deus obedecer aos senhores e não a Deus” (Atos 4:19, NVI).

Após um tempo em Jerusalém, Pedro se dispôs ir a outras localidades onde os apóstolos foram informados do crescimento da igreja. Assim foi a Lida, curando Enéias, paralítico por 8 anos, e em Jope onde ressuscita Tabita. Recebe uma visão que o incita a comer alimentos considerados imundos e na qual Deus lhe ensina a universalidade da mensagem da salvação. Visita Cornélio, centurião romano, quando o dom do Espírito é derramado sobre os gentios, como fora derramado no Pentecostes. Mas, o inimigo busca destruir os alicerces do reino de Deus entre os homens com pessoas que se aliam a ele, por escolha ou engodo, sendo Herodes um desses, manda prender apóstolos, entre eles Pedro e Tiago, determinando a morte deste, para vanglória e ufanismo da liderança judaica.

Pense: “Nulos foram os esforços de Satanás para destruir pela violência a igreja de Cristo. O grande conflito em que os discípulos de Jesus rendiam a vida, não cessava quando estes fiéis porta-estandartes tombavam em seus postos. Com a derrota, venciam. Os obreiros de Deus eram mortos, mas a Sua obra ia avante com firmeza. O evangelho continuava a espalhar-se, e o número de seus aderentes a aumentar”. (EGW, GC, p. 41.3)

Desafio: Esteja pronto para colocar sua vida sobre o altar, seja da missão, seja do sacrifício.


DOMINGO, 05 DE AGOSTO 2018 – EM LIDA E JOPE 

Depois de momentos de angustia e temores pelas perseguições, a igreja desfrutava de paz e crescimento na Judeia, Galileia e Samaria (Atos 9:31), e Pedro visita a região e acrescenta ao seu roteiro a região litorânea da Judeia, e em Lida efetua a cura de Eneias, paralítico por oito anos. Isto implica uma é testemunhado pelos habitantes de Lida e Sarona, comunidade próxima. Em ambas as localidades esse fato levou muitos a conversão ao Nome.

Em Jope, região costeira e próxima a Lida havia uma seguidora de Cristo, de nome Tabita (ou Dorcas), mulher de predicados cristãos muito marcantes, a ponto de que, tendo adoecido e morrido, seus companheiros de fé e testemunho, após prepará-la como para sepultamento e colocá-la num salão de reuniões (cenáculo), enviaram dois mensageiros a Pedro, convidando-o a ir com urgência até Jope. Lá chegando foi rodeado pelas viúvas que em lágrimas lhe mostravam seus vestidos, dizendo a ele que eram confeccionados e dados a elas por Dorcas.

Pedro pede que todos se retirem do local e de joelhos clama a Deus e, dirigindo-se à morta diz: “Tabita, levanta-te” (Atos 9:40). Em ambos os acontecimentos destacados por Lucas, Jesus permite que Pedro realize milagres semelhantes aos que Ele fazia feito em Seu ministério. A ordem a Enéias de levantar-se e arrumar sua cama e a ordem a Dorcas de levantar-se e para que ela completasse o ato de pôr-se de pé, estende-lhe a mão também é semelhante as ressurreições proclamadas por Jesus. O resultado, mais uma vez, foi a conversão de muitos em Jope.

Mas o ensino que ressalta desses episódios é que Deus quer dirimir o sofrimento humano e para isso se serve de instrumentos humanos que devem estar totalmente entregues ao Seu serviço e à Sua disposição para executarem a Sua vontade.

Pense: “O seguidor de Cristo precisa ter no coração fé perseverante; pois sem ela é impossível agradar a Deus. A fé é a mão que se apega ao auxílio infinito; é o meio pelo qual o coração renascido é levado a pulsar em uníssono com o coração de Cristo”. (EGW, GC, p. 477.2).

Desafio: Colocar-se nas mãos de Deus para estar sempre disponível e apto a executar a Sua vontade.


SEGUNDA-FEIRA, 06 DE AGOSTO 2018 – NA CASA DE CORNÉLIO

Observamos no registro sobre Cornélio como Deus opera para salvação. Ele atua de ambos os lados envolvidos para que ocorra a formação de uma nova criatura. Sobre a pessoa que testemunhará de Jesus e, portanto, que levará à outra pessoa a mensagem da graça e amor de Deus e sobre a pessoa que será impactada pelo convite para tornar-se discípulo de Jesus Cristo.

Deus falou em visão com Cornélio, centurião romano, incircunciso, que já cria no Deus único e pessoal dos judeus, mas que não aderira ainda à religião judaica, para que enviasse mensageiros a fim de encontrar e convidar Pedro a vir até sua casa, em Cesareia, cerca de 40 quilômetros de Jope.

Falou também a Pedro e, para que ele tivesse seus preconceitos quebrados, mudasse seus paradigmas e, portanto, desconstruísse sua cosmovisão e forma de pensar, recebeu uma das mais impressionantes visão em conteúdo de ensinamentos que temos quanto a como nos envolvermos na missão: 1º) para Deus não há pessoas diferenciadas por suas origens, ligações familiares, étnicas, culturais, profissões, etc.; 2º) Deus vê as pessoas de forma integral e com a lente do amor, não considerando o que elas não conheçam ou não saibam, mas como se dispõe a servirem a Deus quando o conhecerem totalmente; 3º) Deus não aceita desculpas ou dissimulações por aquelas pessoas a quem Ele chama para a missão; 4º) Deus concede ao chamado múltiplas chances para que aceite Seu comando e execute Suas ordenanças.

A ida de Pedro até a casa de Cornélio mostra-nos que quando o Espírito Santo atua no discípulo de Cristo, há mudanças radicais de pensamento, de lógica, de comportamento e essa atuação leva a ações de coragem que envolvem entrega e conformação com a vontade divina, apesar dos antigos preconceitos, formação cultural e ou religiosa.

Pense: “Lembremo-nos que nosso trabalho, ainda que o não tenhamos escolhido, deve ser aceito como tendo sido escolhido por Deus para nós. Seja ele agradável ou não, temos obrigações de cumprir o dever que se nos apresenta. “Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra, nem indústria, nem ciência, nem sabedoria alguma.” Eclesiastes 9:10.”. (EGW, CBV, p. 472.3).

Desafio: Permita que o SENHOR descontrua em você todos os preconceitos e paradigmas que o impedem de fazer corretamente a Sua vontade.


TERÇA-FEIRA, 07 DE AGOSTO 2018 – O DOM DO ESPÍRITO

O encontro Pedro e Cornélio revela alguns fatos inusitados para a mente de Pedro: 1º) Cornélio sai ao seu encontro e se ajoelha diante dele para adorá-lo, no que é repreendido para não proceder assim, pois Pedro é tão humano quanto o centurião e só devemos adorar a Deus; 2º) se Pedro imaginou uma conversa particular entre ele e o romano, surpreendeu-se, pois a casa estava cheia com muitos convidados; 3º) Pedro é informado que Deus enviou um mensageiro a Cornélio que lhe garantiu que as orações dele foram ouvidas no Céu, isto é, Deus ouve a oração de todo e qualquer ser humano, não importando sua compreensão total ou correta da Palavra de Deus, mas sim sua intenção de atende-las; 4] ao falar com os homens, Deus lhes dá comprovação de Sua onisciência, no caso de Cornélio, diz a quem deveria mandar convidar – Pedro, onde localizá-lo, com detalhes de informação.

Em sua preleção aos presentes, ainda nutria preconceitos, conforme suas palavras em Atos 10:36 até que Deus completa sua revelação da universalidade da salvação e da missão, iniciada com a visão que teve antes de receber o chamado de Cornélio, derramando o Espírito Santo sobre todos os presentes (caiu o Espírito Santo), não judeus e incircuncisos e o dom foi tão completo como aos apóstolos e discípulos no Pentecostes, pois também falaram em línguas (Atos 10:44-45).

A Pedro e os judeus que o acompanhavam não restou alternativa que declarar “Pode alguém porventura recusar a água para que não sejam batizados estes que também, como nós, receberam o Espírito Santo?” (Atos 10:47). No Pentecostes o dom de línguas indicava uma capacitação para evangelizar o mundo, e na casa de Cornélio, confirmava para ele e seus convidados que o evangelho era para todos os seres humanos, independente de suas etnias ou nacionalidades.

Pense:A vida de Cristo estabeleceu uma religião em que não há diferenças, a religião em que judeus e gentios, livres e servos são ligados numa fraternidade comum, iguais perante Deus. Nenhuma questão política Lhe influenciava a maneira de agir. Não fazia diferença alguma entre vizinhos e estranhos, amigos e inimigos. O que tocava Seu coração era uma alma sedenta pelas águas da vida”. (EGW, CBV, p. 25.4).

Desafio: Levar a mensagem a todas as pessoas que possa atingir com seu testemunho.


QUARTA-FEIRA, 08 DE AGOSTO 2018 – A IGREJA DE ANTIOQUIA

Como resultado da perseguição aos crentes em Jerusalém, promovida por Saulo de Tarso com o apoio do Sinédrio, após a morte de Estevão, muitos discípulos helenistas se espalharam por outras cidades e nações, uma delas, a importante cidade de Antioquia, na Síria. Ali, inicialmente, os discípulos pregaram o evangelho entre os judeus, porém, alguns que eram de Chipre e Cirene, mas que foram para Antioquia, começaram a falar de Jesus e Sua mensagem aos gregos, e muitos se converteram.

A notícia do sucesso do evangelho em outras terras e especialmente em Antioquia chegou aos apóstolos em Jerusalém e isso os levou a comissionar um dos colaboradores a ir e confirmar a notícia e a fé dos novos irmãos. Para isso escolheram Barnabé, que já demonstrara seu amor à igreja (às pessoas que formam a comunidade, a assembleia de crentes), vendendo suas propriedades e entregando para o suprimento das necessidades da irmandade, agora é convocado a ir até Antioquia, confirmar os irmãos e torna-los discipuladores, e foram muitos os que se uniram aos santos.

Depois de chegar em Antioquia e trabalhar por alguns dias, verificou que o trabalho era muito além das possibilidades de uma só pessoa e, por isso, foi a até Tarso, procurar e convidar Saulo a se engajar com ele no ministério em prol dos habitantes de Antioquia. Saulo o acompanhou e ambos desenvolveram um trabalho hercúleo, ensinando “multidões” (Atos 11:26).

Aí foram os discípulos chamados cristãos pela primeira vez. É provável que a primeira intenção do uso desse codinome fosse a zombaria, mas quando Lucas registra o fato, cerca de 61 d.C., parece que já havia uma aprovação para o uso desse nome entre os irmãos, pois indicava o que eles de fato eram, seguidores de Cristo.

Pense:A religião pura e imaculada” (Tiago 1:27) enobrece o seu possuidor. Vocês sempre encontrarão no verdadeiro cristão acentuado contentamento, santa e alegre confiança em Deus, submissão a Suas providências, que refrigeram a alma. O amor e a bondade de Deus podem ser vistos pelo cristão em toda dádiva que ele recebe”. (EGW, TI, v. 3. p. 377.1).

Desafio: Pratique uma religião que seja capaz de atrair o puro e o iníquo, o inculto e o letrado, o comandante e o comandado, a todos, enfim.


QUINTA-FEIRA, 09 DE AGOSTO 2018 – A PERSEGUIÇÃO DE HERODES

O inimigo dos santos não descansa. Perdeu Saulo como seu comandado, conseguiu a adesão de Herodes às suas fileiras. Herodes, por exibição de autoridade, severidade e crueldade manda prender alguns discípulos, incluindo Tiago, irmão de João, maltrata-os e determina a morte de Tiago. Percebendo que seu ato agradara aos líderes hebreus, manda prender Pedro, com a intenção de matá-lo, através de apresentação dele ao populacho após a Páscoa, como Pilatos fizera com Jesus e Barrabás, para que o povo escolhesse um deles para soltá-lo e o outro seria levado à morte.

Mas, Deus efetua um livramento milagroso e frustra as intenções sádico-políticas de Herodes Agripa I, pois um anjo entra na prisão e vai até a cela de Pedro, o liberta dos grilhões e o retira de lá sem que as sentinelas o percebessem e o texto esclarece que o pesado portão da prisão se abriu “por si mesmo” (Atos 12:10), quando o anjo se despediu dele que se dirigiu à casa da mãe de Marcos.

Sua libertação milagrosa foi ação de Deus em resposta às suas orações e dos irmãos, que reunidos rogavam ao Senhor por ele.

A seguir Lucas relata a morte desse déspota, Herodes Agripa I, que, pelo relato bíblico, morreu por juízo divino ao se ufanar com a plebe que gritava ao ele discursar perante o povo em Cesareia, “é a voz de um deus e não de homem”, diz o texto “no mesmo instante, um anjo do Senhor o feriu, por ele não haver dado glória a Deus,” e conclui “e, comido de vermes, expirou” (Atos 12:22-23).

Pense:Não é porque vejamos ou sintamos que Deus nos ouve, que devemos crer. Devemos confiar em Suas promessas. Quando chegamos a Ele com fé, devemos crer que toda petição penetra no coração de Cristo. Quando temos pedido Sua bênção, devemos crer que a receberemos, e agradecer-Lhe porque a temos. Entreguemo-nos então aos nossos deveres, certos de que a bênção virá quando mais dela necessitarmos. Quando houvermos aprendido a fazer assim, saberemos que nossas orações são atendidas. Deus fará por nós “muito mais abundantemente”, “segundo as riquezas da Sua glória”, e “a operação da força do Seu poder”. Efésios 3:20, 16; 1:19”. (EGW, OE, p.261.3)

Desafio: Depositar fé em Deus e fazer sua obra, ainda que possa parecer que Ele não nos ouve.


SEXTA-FEIRA, 10 DE AGOSTO 2018 – PONTOS DE REFLEXÃO

Para Deus construir um Pedro como um vaso novo, uma nova criatura, independente, destemido, verdadeiro, teve que desconstruir o homem acovardado, mentiroso, de procedimentos dúbios. Só que sua transformação, como toda desconstrução, é dolorida e, normalmente, não é instantânea. Se torna um líder entre os apóstolos, é o primeiro missionário entre os não hebreus. Desafia o Sinédrio. É preso e libertado miraculosamente. Efetua milagres como Jesus, curando, restaurando paralíticos, ressuscitando mortos.

Sua viagem a Lida, Jope e Cesareia foram momentos de exaltação do nome de Jesus como salvador e benfeitor da humanidade e de conversão de muitos, entre judeus helenistas e não judeus, como Cornélio, centurião romano.

As notícias do progresso do evangelho em Antioquia é o ponto de partida da igreja para criar e instituir um trabalho missionário de maior duração e com ênfase nas populações locais e, traz à atividade evangelística o futuro apóstolo Paulo, que acompanha Barnabé por um ano com resultados muito animadores e positivos.

Com a entrada de Saulo na atividade missionário-evangelística, passaremos a dedicar algum tempo a estudar sua vida e participação na missão, incluindo suas três viagens missionárias e seus posicionamentos em relação à sua obra e seu ministério. Na semana vindoura focaremos sua primeira viagem missionária que passou destacadamente por Salamina e Pafos, Antioquia da Pisídia, Icônio e Listra e Derbe.

Pense:Devem ordenar de tal maneira seu intercâmbio e trato com o mundo que assegurem para vocês mesmos uma serena paz santificada, ao passo que deixam atrás de vocês o registro de um piedoso exemplo”. (EGW, FFD, [MM, 2005, 21/09 in Carta 7, 1883.] p. 271.3 ).

Desafio: Entregar-se à execução da vontade de Deus mediante sua vida e isso seja o seu testemunhar.

Comentários do Facebook

sobre Portal da Escola Sabatina Online

O Portal da Escola Sabatina Online, Foi criado no dia 31 de Dezembro 2016 com o único intuito é incentivar a todos interessados a estudarem a LES e lhe concedendo a oportunidade de terem acessos diariamente pela via online. Todos os conteúdos do Portal é extremamente de máxima qualidade! Whatsapp: (027) 99777-2514 - Thiago Oliveira

Além disso, verifique

Comentários para Adolescentes: Lição 08 – As Duas Testemunhas – 18 a 25 de Agosto 2018

  SÁBADO A ATARDE – 18 DE AGOSTO 2018 – O TOM DE VOZ DE …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale Conosco!!