Novidades
Início / COMENTÁRIOS PARA ADULTOS / Comentários para Adultos: Lição 10 – A Terceira Viagem Missionária – 01 a 08 de Agosto 2018

Comentários para Adultos: Lição 10 – A Terceira Viagem Missionária – 01 a 08 de Agosto 2018

Print Friendly, PDF & Email

 



SÁBADO A TARDE – 01 DE SETEMBRO 2018 – INTRODUÇÃO

Em três oportunidades Lucas registra as viagens da equipe missionária, inicialmente designada pela igreja de Antioquia e que tinha Barnabé e Paulo como enviados, posteriormente dirigida pelo Espírito Santo e dividida em duas equipes, uma com Barnabé e João Marcos e a outra com Paulo e Silas, agregado depois a Timóteo e posteriormente, em parte da segunda viagem, a Áquila e Priscila.

Nesta semana dedicaremos algum tempo a estudar a terceira viagem de Paulo livre, pois ainda haverá uma quarta viagem, que ele planejara fazer como missionário e confirmador da fé da irmandade, mas que somente a realizará como “prisioneiro de Cristo Jesus, por amor de vós, gentios” (Efésios 3:1).

Lucas não se detém em explicar o interregno entre o retorno da segunda viagem para o início desta terceira viagem. Apenas ressalta que passado algum tempo, Paulo viajou para a região da Galácia e da Frígia “confirmando todos os discípulos” (Atos 18:23). Aparentemente foram passagens rápidas, inclusive pelo caminho escolhido, pois sua rota se dirigia mais diretamente para Éfeso, onde permaneceria por três anos.

A ênfase de Paulo era deixar claro que o verdadeiro discípulo de Cristo não visa seu próprio conforto e pretensões, mas como o Senhor, doar-se para que o maior número de seres humanos fosse alcançado pela mensagem de salvação.

Pense:Se tendes no coração as riquezas da graça de Cristo, não as conservareis para vós mesmos uma vez que a salvação dos homens depende do conhecimento do caminho da salvação, o qual estais em condições de dar. As pessoas talvez não vão ter convosco para vos falar dos anseios de seu coração; muitos, porém, estão famintos, insatisfeitos; e Cristo morreu para que pudessem ter as riquezas de Sua graça. Que fareis para que possam participar das bênçãos que fruís?” (EGW, MGD [MM 1974, 28/10], in The Review and Herald, 06/01/ 1910, p. 312.1).

Desafio: Peça ao SENHOR da seara que hoje o remeta ao campo para a colheita.


DOMINGO, 02 DE AGOSTO 2018 – ÉFESO: PARTE I 

A menção de “atravessando sucessivamente a região da Galácia e Frígia” não significa uma viagem sem trabalho ou contato humano, pois, como dito na Introdução, houve um trabalho de confirmação dos discípulos em toda essa região, onde estão Colossos, Laodiceia, Hierápolis na Frígia e Tarso, Derbe, Listra e Icônio, antes de chegar a Éfeso.

Antes que Paulo chegasse a Éfeso, lá chegara Apolo, um discípulo de João, com conhecimento do “caminho do Senhor”, eloquente e que sabia expor os ensinamentos sobre Jesus e Sua missão, porém fora completamente instruído em todo o caminho, o que lhe foi proporcionado por Áquila e Priscila, e os irmãos o auxiliaram na continuidade de sua viagem a Acaia (Grécia).

Quando Paulo chega a Éfeso, encontra alguns discípulos aos quais indaga se haviam recebido o Espírito Santo quanto creram. A resposta de que nada conheciam sobre o Espírito, pois apenas haviam experimentado o batismo de João (nas águas). Paulo os batiza novamente e impõe-lhes as mãos para que recebessem o Espírito Santo, o que é imediatamente manifestado pelo dom de línguas, o que os capacita para ampliar o impacto de seu testemunho.

Uma das mais importantes lições desse trecho da epopeia da nascitura igreja é que os caminhos de Deus são muito superiores aos nossos e seus pensamentos insondáveis para nossas mentes, pois, mesmo incompletos em seus conhecimentos da verdade, tanto Apolo quanto os doze discípulos deixados por ele em Éfeso, demonstraram o desejo e as ações necessárias para expor ao mundo ao seu redor a verdade sobre o caminho que haviam encontrado.

Pense:Hoje em dia, muitos são tão ignorantes do trabalho do Espírito Santo no coração como eram aqueles crentes em Éfeso (Atos dos Apóstolos 19:1-6); no entanto, nenhuma verdade é ensinada mais claramente na Palavra de Deus. Profetas e apóstolos demoraram-se sobre esse tema”. (EGW, EDD, [MM 1980, 31/08/1980], p. 264.1).

Desafio: Dizer ao mundo ao seu alcance as verdades que já lhe alcançaram a mente e a alma.


SEGUNDA-FEIRA, 03 DE SETEMBRO 2018 – ÉFESO: PARTE II

Em Éfeso Paulo primeiro prega aos judeus, na sinagoga, por três meses, expondo a mensagem da salvação e do perdão pela graça, com base na fé em Cristo. Alguns permaneceram descrentes, falando mal da mensagem, o que levou Paulo a separar-se deles, indo para os gentios, levando consigo os poucos que creram. Ensinou diariamente na escola de Tirano, por dois anos, realizou “milagres extraordinários”, a ponto de que apresentavam lenços e aventais do apóstolo aos doentes e estes eram curados.

Pessoas infiéis se apresentaram repreendendo espíritos maus dizendo-lhes: “Esconjuro-vos por Jesus, a quem Paulo prega” e obtiveram como resposta “Conheço Jesus e sei quem é Paulo; mas vós, quem sois?” (Atos 19:13 e 15). Isto mostra que nossa luta é “contra principados, contra as potestades, … contra as hostes espirituais da iniquidade nas regiões celestes” (Efésios 6:12). O espírito maligno, através do possesso, salta sobre eles e os dominam, ferem e rasgam suas vestes e eles fogem. Este fato teve grande repercussão sobre todos e muitos, inclusive magos que rasgaram e queimaram seus livros de magia, cujo valor somaria mais de cinquenta mil denários, ou cinquenta mil dias de trabalho (equivalente a cerca de 1,6 a 4,0 milhões de reais hoje).

Paulo desejando ir a Jerusalém e a Roma, envia Timóteo e Erasto à Macedônia. Mais uma vez, Paulo se confronta com a oposição, dessa vez apresentando-se como oposição religiosa, na verdade, com forte viés econômico, visto que quem a promove, Demétrio, certo ourives que vendo se esvair o lucro de seu comércio de miniaturas do templo de Diana e outros amuletos, reúne seus correligionários de profissão e leva às autoridades a acusação de sedição e tumulto.

Pense:Não é preciso buscar maior evidência de que a pessoa se encontra distante de Jesus e negligenciando a oração particular, a piedade pessoal, do que o fato de que ela exprime dúvidas e descrença porque as circunstâncias não são favoráveis. … A religião dessas pessoas é circunstancial. … Mas tão logo a adversidade pareça surgir contra a causa e o trabalho se arraste pesadamente, e o auxílio de todos se torne necessário, esses pobres seres humanos, embora sejam professos ministros do evangelho, esperam que tudo resulte em nada. Atrapalham em vez de ajudar”. (EGW, TI, v. 2, p. 514.2).

Desafio: Pregue a mensagem da salvação em Cristo para os que creem e os que declaram que nunca crerão.


TERÇA-FEIRA, 04 DE SETEMBRO 2018 – TRÔADE

Em Éfeso a intervenção de um escrivão alertando que o tumulto poderia suscitar a interpretação de sedição ou revolta contra a administração romana, silenciou os revoltosos artífices da idolatria local e fez Paulo decidir-se pela continuidade de sua viagem, partindo para a Macedônia e Grécia, onde ficou por três meses, até que outra conspiração de judeus o faz voltar para a Macedônia, indo para Trôade, onde alguns discípulos o aguardavam.

Após algum tempo ali, ao despedir-se, Paulo faz um longo discurso que se prolonga até a meia-noite e ocorre um incidente em que um jovem de nome Êutico, cai da janela do terceiro andar do local, sendo dado como morto e Paulo desce até o térreo e abraçando o jovem o declara com vida e o ressuscita.

Atos 20:7 diz que essa reunião ocorreu “no primeiro dia da semana” e alguns, baseados nesse texto afirmam que isso mostra que a igreja cristã, nos seus primórdios já havia mudado o dia de consagração e adoração do sábado para o domingo. Porém, devemos ser mais cuidadosos com nossas conclusões e leitura dos textos bíblicos. Primeiro, temos que conhecer que havia dois métodos de cálculo do tempo: se judaico, de por do sol a por do sol, então era sábado à noite (para domingo); segundo, se o romano, de meia-noite a meia-noite, então era domingo. De todo modo, a reunião não era para adoração, mas “com o fim de partir o pão”, com a finalidade especial de despedida para Paulo. Outra questão é o contexto da Bíblia, que não confirma a renovação de prática de culto no primeiro dia da semana. Ou seja, é ilógico e forçado o raciocínio de que este fato apoie a guarda do domingo como dia de adoração. A verdade é que não o faz.

Pense:Há muitos que nunca tiveram oportunidade de ouvir as verdades especiais para este tempo. A obrigatoriedade do quarto mandamento nunca lhes foi apresentada em sua verdadeira luz. Aquele que lê todos os corações e prova todos os intuitos, não deixará que pessoa alguma que deseje o conhecimento da verdade seja enganada quanto ao desfecho da controvérsia”. (EGW, GC, p. 605.1).

Desafio: Desafie-se a encontrar apoio a outro dia de adoração que não o sábado do SENHOR!


QUARTA-FEIRA, 05 DE SETEMBRO 2018 – MILETO

Após ressuscitar Êutico, Paulo ainda fala até o amanhecer, quando embarca para Assôs, daí vai a Mitilene e, no dia seguinte, passando defronte a Quios e Samos, vai a Mileto, onde mandando chamar os presbíteros de Éfeso, lhes fala em despedida e, ao mesmo tempo, recapitula sua atividade em Éfeso e se auto avalia. Uma lição para todo líder de igreja, recapitular sua atuação e auto avaliar-se à luz da Palavra de Deus e do comissionamento de Nosso Senhor Jesus Cristo no seu Ide!

Em seu discurso Paulo destaca suas atitudes entre os efésios, primordiais e necessárias em um missionário pregador do evangelho: primeiro, humildade; segundo: esforçar-se para cumprir seus deveres apesar das lágrimas e provações; terceiro: jamais deixar de ensinar o que seja necessário e proveitoso para o crescimento do crente e da igreja; quarto: ensinar publicamente e de casa em casa; quinto: pregar aos da família da fé e aos que ainda não foram inclusos nessa família; que o assunto seja arrependimento para com Deus e fé em Jesus Cristo; sexto: não se tornar cobiçoso de nenhuma riquezas; e, sétimo: ter por alvo servir sem ser servidos, provendo-se por seus próprios meios e socorrendo aos necessitados, como Jesus o fizera.

Também declara a incerteza de seu futuro, se bem que avisado pelo Espírito Santo sabe que seu caminho será de cadeias e tribulações. Recomenda aos líderes que sejam cuidadosos de si mesmos e do rebanho que deixara sob suas responsabilidades, avisando-os de que falsos mestres se apresentariam, como lobos vorazes para destruir o rebanho, e anunciando coisas pervertidas, mas que permanecessem no que ele lhes ensinara, em todos os dias e de casa em casa, a todos e a cada um, para serem edificados na graça e na palavra do Senhor Jesus.

Finalizou a reunião com uma oração de consagração e despedida.

Pense:Ao passo que o apóstolo perdia de vista os seus próprios sofrimentos que se aproximavam, sentia uma profunda solicitude pelos discípulos que ele estava prestes a deixar a lutar com o preconceito, o ódio e a perseguição. Ele se esforçou para fortalecer e encorajar os poucos cristãos que o acompanharam ao local da execução, repetindo as inexcedíveis e preciosas promessas feitas àqueles que são perseguidos por causa da justiça”. (EGW, HR, p. 318.2).

Desafio: Espelhe-se no exemplo de Paulo para seu plano de ação em prol do evangelho.


QUINTA-FEIRA, 06 DE SETEMBRO 2018 – TIRO E CESAREIA

O caminho de Paulo para Jerusalém aparentemente rápido e corrido, mas cheio de avisos da “imprudência” de pensar em ali chegar. Nesse caminho, após deixar Mileto, passa pelos portos de Cós, Rodes, Pátara onde embarcam para Fenícia e, desviando-se de Chipre, chegam a Tiro, onde permanecem por sete dias, em convívio com os discípulos locais. Aí Paulo recebe o aconselhamento de não ir à Jerusalém.

Embarcados, vão a Ptolemaida, onde passam um dia com os irmãos e depois seguem para Cesareia, onde são hospedados por Filipe, o evangelista. O diácono de Atos 6:5, evangelista de Samaria (Atos 8:5-9) e o pregador que batiza o eunuco da rainha de Candace (Atos 8:29-39). O ministério de Filipe foi profícuo e abençoado pela continuação em suas quatro filhas, profetizas. Em Cesareia Paulo é novamente advertido, através de Ágabo, profeta da Judéia, que por dramática representação, demonstra que em Jerusalém, Paulo seria preso e entregue aos romanos.

Todos os presentes insistiram com Paulo para não ir a Jerusalém, chegando às lágrimas, mas ele com firmeza e destemor responde: “Que fazeis chorando e quebrantando-me o coração? Pois estou pronto não só para ser preso, mas até para morrem em Jerusalém pelo nome do Senhor Jesus” (Atos 21:13). O autor das lições deste trimestre declara sobre essa posição e decisão de Paulo “Para ele, a integridade do evangelho e a unidade da igreja eram mais importantes do que a própria segurança ou interesses pessoais”. (Wilson Paroschi, Lição da Escola Sabatina para 06 de setembro de 2018).

Pense:O que a igreja necessita nestes dias de perigo é de um exército de obreiros que, como Paulo, se tenham educado para utilidade, que tenham uma profunda experiência nas coisas de Deus, e que sejam cheios de fervor e zelo. Necessita-se de homens santificados e abnegados; homens que não se esquivem a provas e responsabilidades; homens que sejam corajosos e verdadeiros; homens em cujo coração Cristo está formado “a esperança da glória” (Colossenses 1:27), e que com lábios tocados com santo fogo “preguem a Palavra” Por falta de tais obreiros a causa de Deus definha, e erros fatais, como mortal veneno, pervertem a moral e destroem as esperanças de grande parte da raça humana”. (EGW, AA, p. 285.1).

Desafio: Ponha a pureza e integridade do evangelho e a união da igreja acima de qualquer interesse pessoal.


SEXTA-FEIRA, 07 DE SETEMBRO 2018 – PONTOS DE REFLEXÃO

No estudo desta semana há muitos pontos destacáveis. Elenque os seus pontos de reflexão e compartilhe-os com sua classe de recapitulação da terceira viagem missionária de Paulo. A seguir aponto alguns poucos pontos de reflexão:

Ao iniciar um novo itinerário Paulo reconhece e aceita a direção de Deus, embora desejando ir para Jerusalém, faz um roteiro em sentido contrário do que seria mais direto e abreviado em tempo. Se você dedicar algum tempo para examinar um mapa verificará que a rota executada é muito mais longa e, provavelmente, mais cansativa e dispendiosa que ir direto a Jerusalém. Paulo não estava pensando em si ou seu conforto, mas na concretização da obra e da missão para a qual fora chamado por Cristo.

Paulo não se serviu da igreja para seu sustento, mas proveu-se por seus próprios meios e esforços, podendo alegar isso aos líderes da igreja de Éfeso, mostrando suas mãos calejadas pelo ofício de fazedor de tendas. Conforme suas palavras “vós mesmo sabeis que estas mãos serviram para o que me era necessário a mim e aos que estavam comigo” (Atos 20:34)

Finalmente Paulo nos ensina que um dia todos nós, e cada um de nós, teremos que por todas as nossas certezas e incertezas nas mãos de Deus e não planejar nada que vá além daquilo que seja a vontade do Senhor, como oraram os que o acompanhavam “Faça-se a vontade do Senhor!” (Atos 21:14).

Pense:Como o maior dos ensinadores humanos, Paulo aceitava os mais humildes deveres assim como os mais elevados. Reconhecia a necessidade do trabalho tanto para as mãos como para a mente, e trabalhava num ofício para a manutenção própria. Prosseguia com seu ofício de fazer tendas ao mesmo tempo que diariamente pregava o evangelho nos grandes centros da civilização. “Estas mãos me serviram”, disse ele, ao despedir-se dos anciãos de Éfeso, “para o que me era necessário a mim e aos que estão comigo. (Atos 20:34)”. (EGW, Ed, p. 66.1).

Desafio: Entregue-se à obra e à missão do seu chamado de modo a ouvir dos outros a seu respeito “Faça-se a vontade do Senhor!”.

sobre Portal da Escola Sabatina Online

O Portal da Escola Sabatina Online, Foi criado no dia 31 de Dezembro 2016 com o único intuito é incentivar a todos interessados a estudarem a LES e lhe concedendo a oportunidade de terem acessos diariamente pela via online. Todos os conteúdos do Portal é extremamente de máxima qualidade! Direção: Thiago A. de Oliveira - Baixo Guandu/ES.

Além disso, verifique

Álbum de versos: Jardim e Primários

  Arquivo compactado contendo o material sugestivo e de apoio para o álbum de versos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale Conosco!!