Novidades
Início / COMENTÁRIOS PARA JOVENS - 3° TRIMESTRE 2018 / Comentários para Jovens: Lição 11 – O Selo de Deus ou a Marca da Besta? – 09 a 16 de Junho 2018

Comentários para Jovens: Lição 11 – O Selo de Deus ou a Marca da Besta? – 09 a 16 de Junho 2018

Print Friendly, PDF & Email

 

 



SÁBADO A TARDE – 09 DE JUNHO 2018 – PRÉVIA DA SEMANA

Comentário por Gleyston Max

“E cantavam o cântico de Moisés, servo de Deus, e o cântico do Cordeiro: “Grandes e maravilhosas são as tuas obras, Senhor Deus todo-poderoso. Justos e verdadeiros são os teus caminhos, ó Rei das nações”. (Apocalipse 15:3, Nova Versão Internacional)

Estudamos nas lições anteriores aspectos contraditórios criados pelo dragão para per-verter a imagem de Deus. A trindade contrafeita, formada pelo dragão, pela besta que emerge da terra e a besta que emerge do mar são alguns exemplos. Há ainda um ele-mento instituído e utilizado por Satanás para apagar e destruir a adoração a Deus: o domingo.

Deus estabeleceu um sinal que diferencia o Seu povo de todos os outros. O sábado é o selo que todo guardador do quarto mandamento receberá antes de Sua segunda vinda. Aquele que aceita e santifica o sétimo dia é caracterizado como propriedade exclusiva do Senhor, e ninguém tem o direito de tocar em quem recebe o sinal divino. Deus não força ninguém recebê-lo. Porém, Satanás promoverá uma perseguição a todos que não tiverem a sua marca.

Apocalipse 13 e 14 apresenta tanto a marca da besta, quanto o selo de Deus. A tercei-ra mensagem angélica afirma que todo aquele que receber a marca da Besta, ao invés do selo de Deus, receberá as mesmas consequências que o diabo; pois aceitou receber a autoridade satânica sobre si.

Esta semana iremos estudar sobre a diferença entre esses dois elementos que deter-minarão uma divisão na humanidade; farão distinção entre os salvos e perdidos, entre os adoradores do Eterno e os adoradores do Diabo. Que nesta semana você tenha a clareza e a segurança para decidir pelo selo de Deus, o quarto mandamento.

Pense: “O sinal, ou selo, de Deus é revelado na observância do sábado do sétimo dia — o memorial divino da criação. … A marca da besta é o oposto disso — a observância do primeiro dia da semana” (Ellen G. White, Eventos Finais, p. 224).

Desafio: Aproveite esta tarde de sábado para meditar na leitura adicional recomendada pela lição: Ellen G. White, Testemunhos para a igreja, v.5, capítulo 24, “O selo de Deus”. Disponível pela internet no Centro de Pesquisa Ellen G. White.


DOMINGO, 11 DE JUNHO 2018 – VERDADEIRO E FALSO

O sinal de Deus não surgiu com os judeus, como alguns declaram, mas já existia desde a criação do mundo. Os primeiros moradores deste planeta, Adão e Eva, já guardavam esse dia. Na realidade, ele diferencia aquele que aceita o Senhor como Criador e Sal-vador, pois caracteriza a aceitação, tanto da criação efetuada em seis dias literais, quanto o descanso de Deus. Não há prova alguma nas Escrituras a favor de uma mu-dança realizada por Jesus do sábado para o domingo, nem no AT, e muito menos no NT. Já estudamos isso numa lição passada, mas vale relembrar que o dia de guarda não é o domingo, mas unicamente o sábado.

O selo de Deus identifica, unifica e distingui o povo de Deus de todos os outros. Isso não é apenas uma questão de diferenciar denominações religiosas, mas distinguir os Adoradores de Deus dos outros grupos. Não devemos julgar quem não guarda o sába-do, ou tratá-los como hereges ou adoradores de Satanás, pois afinal, muitos nem co-nhecem essa realidade; mas devemos tratar as pessoas com amor, tentando mostrar a elas as realidades bíblicas, antes que seja tarde demais.

Da mesma maneira que a circuncisão distinguiu, na época de Abraão, o povo escolhido de Deus, e no NT, o batismo, o sábado é o componente que revela para todos, incluin-do os mundos não caídos, de que lado estamos, e quem adoramos. É muito importante esse tema para nossa preparação para o tempo do fim.

Pense: “Houvesse sido o sábado sempre observado de maneira sagrada, e nunca poderia ter havido um ateu ou idólatra. A instituição do sábado, que se originou no Éden, é tão antiga como o próprio mundo. Foi observado por todos os patriarcas, desde a criação” (Ellen White, Patriarcas e Profetas, p. 336).

Desafio: Aproveite o dia de hoje para meditar na leitura adicional recomendada pela lição: Ellen G. White, História da Redenção, capítulo 59, “O fim da graça”. Disponível pela internet no Centro de Pesquisa Ellen G. White.


SEGUNDA-FEIRA, 11 DE JUNHO 2018 – EM DEFESA DO SÁBADO

Como você já percebeu, a questão da guarda do sábado ou domingo não está associa-da apenas à guarda de um dia semanal, todavia, mas será, no futuro, um motivo de distinção daqueles que reconhecem a Deus como o Criador, e isso tem que ver com a adoração verdadeira.

Logo, as pessoas que não guardam o sábado hoje não podem ser consideradas como adoradoras de Satanás só por que guardam o domingo ao invés do sábado. Mas chega-rá um tempo em que todos serão colocados à prova para reconhecimento de Deus como Criador, e o sábado será o sinal que caracterizará os verdadeiros adoradores. Esse será o selamento, quando ocorrerá o final do tempo de graça, ou o fechamento da porta da graça.

Pense: “Os sinais da vinda de Cristo estão-se cumprindo rapidamente. Satanás vê que não lhe resta senão pouco tempo para operar, e tem posto seus agentes a trabalhar no sentido de sublevar os elementos do mundo, para que os homens sejam enganados, iludidos, e se conservem ocupados e absorvidos até que finde o tempo da graça, e para sempre se feche a porta da misericórdia” (Ellen White, Conselho aos Professores, Pais e Estudantes, p. 414).

Desafio: Aproveite o dia de hoje para meditar na leitura adicional recomendada pela lição: Ellen G. White, O Grande Conflito, capítulo 38, “O último convite divino”. Disponível pela internet no Centro de Pesquisa Ellen G. White.


TERÇA-FEIRA, 12 DE JUNHO 2018 – LINHA DE DEMARCAÇÃO

O selo de Deus é o distintivo de Sua autoridade. Como você já sabe, o selo na Antigui-dade, era um carimbo pressionado sobre a cera ou argila, para autenticar ou compro-var a autoridade de seu proprietário. É essa a conotação do sábado como o sinal de Deus. Contudo, não é nenhuma garantia para esse selamento apenas professar guar-dar o sábado, pois nem todos os que professam guardar o sábado serão encontrados entre os justos e fiéis adoradores de Deus. Serão selados aqueles que guardam o sába-do porque reconhecem a Deus como o Criador e a Ele são fiéis e reconhecem também a sua indignidade e dependência divina para a salvação. Santificam o sábado porque fazem parte do Reino de Deus, em vez de guardar o sábado para ser parte no Reino de Deus.

Nesse mandamento, o Senhor determina que o sábado, além de um dia de descanso, seja um dia santificado. Muitos apenas aproveitam o momento para descansar. Não consideram a importância de que o sétimo dia deve ser parte da adoração ao Senhor. A santificação humana está associada ao sábado, separado exclusivamente para Deus, sem divisão. A separação desse dia como um dia santo deve levar-nos a uma vida mais santa, pois é uma janela na semana, separada exclusivamente para a comunhão com Deus e a reflexão. É o dia em que as forças espirituais são renovadas. É muito mais do que simples descanso. Porém, a comunhão e santificação devem ser parte da vida no cotidiano. O sábado não é uma simples cisão no tempo. Ele serve para recarregar nos-sas baterias espirituais que vão fornecer energia e motivação espiritual para a semana do nosso cotidiano.

Que hoje, você possa refletir sobre o assunto e que sejamos verdadeiros santificadores do sábado e adoradores de Deus.

Pense: “O memorial de Deus, o sábado do sétimo dia, o sinal da Sua obra em criar o mundo, foi removido pelo homem do pecado. O povo de Deus tem uma obra especial a fazer em reparar as brechas feitas em Sua lei; e quanto mais nos aproximamos do fim, tanto mais urgente se torna essa obra. Todos quantos amam a Deus mostrarão que Lhe trazem o sinal pela guarda de Seus mandamentos” (Ellen White, Beneficência Social, p. 33).

Desafio: Escreva uma lista de atividades que, em sua opinião, devem ser realizadas no sábado!


QUARTA-FEIRA, 13 DE JUNHO 2018 – ORIGINAL OU FALSIFICADO?

O sábado remete-nos à criação de Deus desde o Éden. Entretanto, tudo que Deus im-planta para o seu povo, Satanás tenta perverter utilizando-se de inúmeros artifícios. Entre eles está a mudança do sábado para o domingo, e que não se trata apenas de descanso e adoração, mas a quem estamos obedecendo. Por isso, para a compreensão desse assunto de maneira apropriada, devemos também conhecer o que representa a contrafação do sábado, a marca da besta.

Talvez você já tenha ouvido por ai que a marca da besta seria algum chip, código de barras ou algo parecido. No entanto, a marca da besta é a contrafação do sinal de Deus. Se o sábado é o selo de Deus, logo a marca (selo) da besta seria o domingo. A-quele que recebe tal marca traz sobre si a autoridade e o próprio caráter de seu pro-prietário: o diabo. Ela é colocada sobre aquele que adota uma postura de rebelião contra Deus.

A marca da besta é colocada sobre a mão direita ou sobre a testa. Alguns estudiosos defendem a ideia de que aceitar a marca na mão significa conveniência, ou seja, é melhor aceitar do que sofrer as consequências de sua rejeição. Sobre a fronte é a certificação de que está fazendo a decisão certa. Juntamente com a marca da besta é posto o nome e o número de seu nome. Percebe que a marca aqui não está associada apenas à guarda de um dia, mas ao recebimento de toda uma postura de adoração. Esteja atento e preparado para escolher pelo lado de Deus sempre e viver na eternidade com o Senhor.

Pense: “A mudança do sábado é um sinal ou marca da autoridade da Igreja Romana. Os que, compreendendo os reclamos do quarto mandamento, preferem observar o falso dia de repouso em lugar do verdadeiro, estão com isso prestando homenagem à única autoridade que o ordena. O sinal da besta é o dia de repouso papal, aceito pelo mundo em substituição ao dia designado por Deus” (Ellen White, Evangelismo, p. 234)

Desafio: Aproveite o dia de hoje para orar por alguém que você conhece e gostaria que guardasse e santificasse o sábado junto com você!


QUINTA-FEIRA, 14 DE JUNHO 2018 – DESCANSE EM DEUS

Numa lição relacionada à preparação para o tempo do fim, melhor do que apenas o conhecimento do que se trata o tempo do fim, é saber como estar preparado enfren-tar o que virá no tempo do fim. Ao descobrir que o sábado é o sinal entre Deus e seu povo e todo aquele que lhe seguir terá a vida eterna, o que devo fazer?

Em primeiro lugar devo estar plenamente convencido de que, independente das con-sequências, posso descansar em Deus. Ele é o nosso porto seguro, nossa fortaleza. Talvez tenhamos que perder o emprego por causa de nossa fidelidade aos Seus man-damentos, ou nossos amigos nos abandonem. Todavia, em meio a tudo isso, devemos ter a convicção de que Deus anda conosco e nos auxilia e sustenta em todos os mo-mentos.

Em seguida você deve saber e praticar o estudo da Bíblia, pois é apenas ela que nos guiará nas decisões. Não é um pastor, uma doutrina, uma denominação religiosa, mas sim, a Bíblia. Durante a história da igreja, Deus sempre suscitou homens e mulheres valorosos para manterem a verdade de Sua palavra. Muitos deles morreram, porém, seu legado foi deixado. Verdadeiros heróis da fé, os quais venceram pelo sangue do Cordeiro.

Hoje Deus também está suscitando servos fiéis para serem luz na escuridão, e você é um deles. Ele lhe convida para deixar os erros de Babilônia para se juntar aos santos vitoriosos. E aí?

Pense: “Nada é mais necessário em vossos trabalhos do que os resultados práticos da comunhão com Deus. Devemos mostrar, em nossa vida diária, que temos paz e descanso no Senhor. Essa paz no coração resplandecerá na fisionomia. Imprimirá à voz uma força persuasiva. A comunhão com Deus refletirá no caráter e na vida. Os homens conhecerão em nós, como nos primeiros discípulos, que estivemos com Jesus. Eis o que dá ao obreiro um poder que nada mais será capaz de lhe comunicar. Jamais devemos permitir ser privados de tal poder” (Ellen White, Ciência do Bom Viver, p. 512).

Desafio: Aproveite o dia para reler os capítulos 12 e 13 de Apocalipse e memorizar as verdades aprendidas ali.


SEXTA-FEIRA, 15 DE JUNHO 2018 – FATOS ALTERNATIVOS

Somente no estudo das escrituras nossa defesa se torna completa. Na realidade, ela é o elemento chave que permite que cada cristão seja vitorioso contra Satanás. Atual-mente a sociedade vive num ambiente de falsidade e corrupção, onde a verdade é deixada de lado por causa de status e dinheiro; porém, na vida do crente a verdade é que deve triunfar!

O pai de todo mal e corrupção é o próprio Satanás. Ele tem incentivado pessoas do mundo inteiro para trilhar o caminho da corrupção, mentira e falsidade. Dentro de assembleias onde se tomam decisões importantes e que envolvem diretamente a soci-edade, até mesmo onde o evangelho é pregado, ele e seus agentes estão realizando seu trabalho sujo de engano. Você recebeu a privilégio de conhecer a verdade e não ser enganado por ele. Ainda mais, você recebeu a missão de ajudar outras pessoas a descobrirem o caminho da vida eterna.

Não se deixe enganar, Satanás está à sua volta, como um leão, procurando um único momento para lhe devorar. Assim como os “Bereanos” (Atos 17:11), que duvidavam das coisas até que fossem provadas pelas Escrituras, em nossa era, a era digital, infor-mações falsas estão por toda parte, pessoas inventam, manipulam para defender al-guma ideia ou vender algum produto. O crivo da palavra de Deus é o nosso único apoio e segurança. Não acredite em coisas que contrariam a Bíblia, mesmo que seja culturalmente aceitável. Que sua meta de vida seja a Bíblia e somente a Bíblia. Deus o abençoe e lhe conceda um ótimo sábado.

Pense: “Qual é a condição do mundo atualmente? Não é a fé na Bíblia hoje destruída tão eficazmente pela alta crítica e as especulações, como o era pela tradição e o rabi-nismo dos dias de Jesus? Não têm a ambição e a cobiça e o amor do prazer tão forte domínio no coração dos homens agora como possuíam então? No professo mundo cris-tão, mesmo nas professas igrejas de Cristo, quão poucos são regidos por princípios cristãos! ” (Ellen White, Ciência do Bom Viver, p. 142).

Desafio: Esse é o dia da preparação, medite nas lições aprendidas da semana e se prepare para ir à igreja amanhã e levar um amigo junto.

sobre Portal da Escola Sabatina Online

O Portal da Escola Sabatina Online, Foi criado no dia 31 de Dezembro 2016 com o único intuito é incentivar a todos interessados a estudarem a LES e lhe concedendo a oportunidade de terem acessos diariamente pela via online. Todos os conteúdos do Portal é extremamente de máxima qualidade! Direção: Thiago A. de Oliveira - Baixo Guandu/ES.

Além disso, verifique

Informativo das Missões (Menores): Guardas de Vestes Brancas – 24 de Novembro 2018

  Numa tarde de sábado, trinta desbravadores e seus líderes juntamente com outros adultos se …

um comentário

  1. crigine milheres

    o sabádo torna um pessoa a ser mas humilde, amorosa, santa também ensina- me atratar as pessoa com mas
    amor e carinho porque esse é o caracter de Cristo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale Conosco!!