Informativo das Missões (Adultos) – A Queda – 02 de Março 2019

 


Constâncio Triste Afonso


FAZER DOWNLOAD AQUI

 


Constâncio caiu de uma altura de dois metros, antes de conseguir parar de beber e aceitar Jesus. Esse jovem fazendeiro, pai de dois filhos pequenos, ficou intrigado quando um grupo de adventistas chegou para um acampamento no topo da montanha em São Tomé e Príncipe. Começou a observá-los mais de perto, quando uma mulher perguntou: “Você notou algo diferente em nós?” Ele notou que os adventistas não bebiam nem fumavam. Depois que os acampantes foram embora, ele queria aprender mais sobre a Igreja Adventista e começou a acompanhar um membro da igreja que estudava a Bíblia nas casas das pessoas. Logo ele pediu ao pastor do distrito para ser batizado.

“Primeiramente, você precisa entregar a vida a Deus para que Ele o ajude a vencer os vícios do álcool e do fumo”, o pastor disse. Constâncio abandonou os vícios e foi batizado. Mas, depois de seis meses, voltou aos velhos hábitos. A esposa ficou furiosa. Embora não fosse batizada, havia gostado da transformação vista no esposo. Com a recaída, ela o repreendeu dizendo: “Adventistas não fazem estas coisas. Você também não deveria”, e o proibiu de dormir na mesma cama até que abandonasse o vício.

RESPOSTA NA BÍBLIA

Constâncio ficou triste com a decisão da esposa e decidiu estudar a Bíblia em busca de mais informações sobre o estilo de vida cristão. Ele encontrou Isaías 55:2: “Por que gastar dinheiro naquilo que não é pão e o seu trabalho árduo naquilo que não satisfaz? Escutem, escutem-me, e comam o que é bom, e a alma de vocês se deliciará na mais fina refeição.”

Ele pensou: “Porque gastar no que não é pão e continuar insatisfeito?” Então, orou durante algumas semanas para que Deus o ajudasse a vencer os vícios. Mesmo assim, continuava comprando cigarros e bebidas alcóolicas. Certa noite, bêbado, conseguiu subir a escada até sua casa. Como muitos moradores eles moravam em uma tradicional casa de madeira construída sobre palafitas. A esposa, o filho de sete anos e a filha de quatro anos dormiam profundamente.

Após algum tempo na cama, lembrou-se de que não havia lavado os pés que estavam muito sujos por causa do dia chuvoso! Ele cambaleou da casa em direção ao jardim. Ao se inclinar para lavar os pés, perdeu o equilíbrio e caiu de cabeça no chão, de uma altura de dois metros. A cabeça atingiu a terra molhada, quase em cima de uma pedra, e fez uma ferida pequena e redonda.

O cachorro da família começou a latir. A esposa e filhos correram para ver o que havia acontecido e encontraram Constâncio caído no chão, ileso, mas muito embriagado. A esposa procurou ajuda e, em pouco tempo, muitos vizinhos se aglomeraram ao redor de Constâncio e logo perceberam que ele havia caído da varanda. Disseram que ele devia estar sendo punido pelo inimigo.

VITÓRIA COM DEUS

Um alvoroço começou, motivado pelo pensamento de que o diabo estava na aldeia, e as pessoas discutiam como poderiam se proteger. Decidiram que Constâncio precisava ser limpo. Então, os aldeões freneticamente urinaram nas mãos em forma de concha e jogaram na figura imóvel. Quando terminaram, vários homens o levaram para casa. Na manhã seguinte, vários amigos convidaram Constâncio para tomar um drinque. Esfregando a cabeça dolorida, ele se recusou, dizendo: “Não vou mais beber nem fumar”. E nunca mais voltou aos vícios.

“Meu desejo de beber e fumar acabou”, disse ele em uma entrevista na igreja adventista da vila, onde serve como ancião. “Foi uma resposta à oração.” Hoje, um terço da população da aldeia de 200 habitantes é adventista e a frequência à igreja aumenta para 120 pessoas aos sábados. Entre eles, estão a esposa de Constâncio, filhos e cinco ex-alcoólatras que se converteram através de sua influência. “Eu conto minha história para ajudar outras pessoas que têm os mesmos desafios”, diz. “A comunidade onde eu moro tem muitas pessoas que bebem e têm vergonha de ir à igreja. Eu lhes digo: ‘Eu costumava ser como você. Você também pode vencer com a ajuda de Deus.’”

Parte da oferta do trimestre ajudará na construção de um centro de reabilitação em drogas e álcool em São Tomé para ajudar as pessoas a abandonar os vícios. Muito agradecemos pela oferta missionária.