Novidades
Início / INFORMATIVOS ADULTOS - 2° TRIMESTRE 2018 / Informativo das Missões (Adultos): Conversa com Demônio – 23 de Junho 2018

Informativo das Missões (Adultos): Conversa com Demônio – 23 de Junho 2018

Print Friendly, PDF & Email

 

 



FAÇA DOWNLOAD AQUI


Pierre Ortiz, preceptor masculino na Escola Adventista Indígena Holbrook, preparava-se para dormir, quando o telefone tocou. Seu assistente ligou para dizer que David,* um dos 28 meninos do dormitório, queria fazer uma caminhada noturna. O preceptor se vestiu rapidamente e saiu. Ele conhecia pouco Davi, um rapaz de 17 anos que pertencia a uma gangue de rua. A mãe o enviara ao internato no Arizona porque temia a vida dele na capital, Phoenix. Durante alguns minutos, David caminhou silenciosamente ao lado de Pierre. Era uma noite clara e enluarada. Ao chegarem em um barranco, os dois se sentaram e conversaram sobre as estrelas cintilantes e constelações no céu noturno. Então, de repente, David disse: “Às vezes, os demônios falam comigo.”

“O que você quer dizer?”, indagou o preceptor.

“Os demônios falam comigo”, o adolescente disse. “Algumas vezes mandam machucar alguém ou fazer coisas que não quero fazer”

“Por que você acredita nisso?

“Não sei, mas está pior desde que mudei para cá”, David respondeu.

O preceptor sugeriu que aquele era um bom momento para orar. Então, inclinou a cabeça e pediu que Deus fizesse fazer parte daquela conversa. Ao abrir os olhos, disse: “Acredito que saiba porque essa experiência está piorando”.

“Por quê?”, David perguntou. “Diga-me!”

“Porque antes, você só conhecia o mal”, Pierre disse. “Mas agora você está em contato com Jesus e Sua bondade. O Inimigo não deseja isso.”

David silenciou por um momento.

“Senhor Ortiz, não entendo a igreja”, disse. “Tudo parece tão forçado. As pessoas devem ouvir o pregador e fazer todos aqueles rituais.”

“David”, Pierre disse. “Como era pertencer a uma gangue?”

“Era incrível!”, respondeu David. “Somos uma família. Nunca víamos o líder, mas ele nos mandava as ordens em envelopes colocados por baixo da porta, saíamos e cumpríamos.”

“Entendi”, Pierre disse. “Você não conhece o líder, mas recebe as ordens e sai pra cumprir. A recompensa é ganhar uma família.”

Pierre sorriu. “David, assim é a igreja”, disse. “A igreja é uma família. Mas, em vez de sair e espalhar crueldade e coisas ruins, realizamos boas ações.”

David pareceu entender o que o preceptor estava dizendo e começou a chorar. Pierre não pensou que Davi conseguisse chorar, mas lágrimas escorriam pela face do rapaz. Os soluços pareciam gemidos de um filhotinho de animal.

“Senhor. Ortiz,” David disse, “Deus não vai me aceitar.”

“Você não sabe disso”, disse o preceptor. “Você nem O conhece!”

“Sou um assassino e sei que nenhum de vocês matou alguém”, David confessou. “Então, não acho que Deus vai me querer.”

Pierre disse a Davi que a Bíblia estava cheia de histórias sobre assassinos perdoados por Deus: “Se tirássemos todos os assassinos da Bíblia, seria um livro muito pequeno. Deus também ama os assassinos!”

“Tenho outra coisa para lhe dizer”, disse David. “Os demônios às vezes fazem mais do que falar comigo. Eles assumem meu corpo. Começo a tremer e espumar na boca, e não consigo detê-lo.”

O coração do preceptor foi tocado pelo depoimento emocionado daquele adolescente. “É por isso que estamos aqui na Holbrook”, ele disse gentilmente. “Este é solo divino e Satanás não tem poder aqui. Se você sente que coisas ruins acontecem, podemos orar por você e lutar juntos nesta batalha.”

Já era 1h da manhã e estava ficando frio. Mais uma vez, Pierre orou com David e os dois voltaram ao dormitório.

Pierre não sabe se David aceitou Jesus. A última notícia que soube foi que David voltou para Phoenix e se juntou novamente à gangue. Mas Pierre está feliz por ter tido a oportunidade de fazer uma caminhada iluminada pela lua com um estudante que se esforçava na escola Holbrook.

“Tenho uma janela muito pequena para alcançar esses garotos”, disse Pierre, 24 anos, que atuou como preceptor dos meninos durante dois anos. “Nossos 65 alunos vêm e vão e podem não estar aqui amanhã. Mas temos que confiar que Deus abençoe as sementes que plantamos. Minha oração é que, sempre que os alunos forem, Deus manifestará algo incrível neles”.

Parte da oferta do trimestre ajudará a Escola Adventista Indígena Holbrook a construir uma novo ginásio e uma cantina para substituir os edifícios desgastados no campus de 72 anos. Muito agradecemos por suas ofertas missionárias.

*Pseudônimo
*Assista ao vídeo sobre Pierre no link: bit.ly/Pierre-Ortiz


RESUMO MISSIONÁRIO

1. O Arizona é o lar da maioria da Nação Navajo, a maior reserva nativa nos Estados Unidos. Com aproximadamente 72 mil quilômetros quadrados do Arizona, Utah e Novo México, a Nação Navajo é maior que qualquer um dos dez menores estados nos Estados Unidos. Sua capital é Window Rock, no Arizona.
2. A primeira faculdade fundada por e para a comunidade nativa americana está em uma região Navajo do Arizona. Fundada em 1968 como Universidade Comunitária Navajo, atualmente é conhecida como Diné College.

sobre Portal da Escola Sabatina Online

O Portal da Escola Sabatina Online, Foi criado no dia 31 de Dezembro 2016 com o único intuito é incentivar a todos interessados a estudarem a LES e lhe concedendo a oportunidade de terem acessos diariamente pela via online. Todos os conteúdos do Portal é extremamente de máxima qualidade! Direção: Thiago A. de Oliveira - Baixo Guandu/ES.

Além disso, verifique

Comentários de Ellen White: Lição 13 – Viagem a Roma – 22 a 29 de Setembro 2018

  SÁBADO A TARDE – 22 DE SETEMBRO 2018 – INTRODUÇÃO Pensemos um pouco na …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale Conosco!!