Novidades
Início / INFORMATIVOS ADULTOS - 2° TRIMESTRE 2018 / Informativo das Missões (Adultos): Programa do Décimo Terceiro Sábado – 30 de Junho 2018

Informativo das Missões (Adultos): Programa do Décimo Terceiro Sábado – 30 de Junho 2018

Print Friendly, PDF & Email

 


PROGRAMA DO DÉCIMO TERCEIRO SÁBADO – 30 DE JUNHO 2018

Hino Inicial – “Saudai o nome de Jesus” HA, nº 71
Boas-vindas – Diretor ou professor da Escola Sabatina
Oração
Programa – “Dói, quando você menciona este nome”
Oferta
Hino Final – “Cantarei do meu Jesus”, HA, nº 183
Oração Final

Nota: O narrador não precisa decorar a história, mas deve estar familiarizado com o material para que não precise ler em público. Lembre-se: você pode complementar a história utilizando fotos disponíveis na página Mission Quartelies no facebook.

Durante o trimestre, conhecemos pessoas da Ilha de Ebeye, a Escola Mamawi Atosketan em Alberta, Canadá; Virginia Ocidental e Escola Adventista Indigena de Holbrook, Arizona. Hoje, ouviremos mais uma história que aconteceu em Holbrook, e que comprova a realidade do grande conflito e a proximidade da vinda de Jesus.


“DÓI, QUANDO VOCÊ MENCIONA ESTE NOME”

A menina de 14 anos foi convidada ao gabinete do pastor para explicar a razão pela qual havia faltado às aulas. Em vez de se concentrar no mau comportamento, a reunião se transformou em um vívido desdobramento do grande conflito entre Cristo e Satanás. A coordenadora Giselle Ortiz percebeu que algo não estava certo, depois de ser convocada para o encontro entre Dezba, aluna do oitavo ano, e Phil Vecchiarelli, naquela época, pastor da Escola Adventista do Holbrook no Arizona. Quando o Pastor Phil mencionou o nome de Jesus, o corpo da menina sacudiu violentamente e ela gritou: “Cale a boca!” Então, relaxou um pouco e sussurrou: “Pastor, dói quando você diz o nome dele”.

O pastor Phil abriu a Bíblia e começou a ler promessas sobre o poder de Jesus para vencer demônios. Toda vez que ele mencionava Jesus, a menina reagia com força e gritava: “Cale a boca!” Então, interrompeu o pastor, dizendo:

“Tenho uma voz interior e ela está me dizendo que você está mentindo e este é um livro de mentiras.”

“Jesus é o Senhor!”, disse o pastor Phil, calmamente. “Você pode ser liberta, e essa voz a deixará para sempre se você aceitar Jesus como Senhor.”

Era como uma partida de boxe, com a garota gritando, e o pastor sem medo empurrando o inimigo para trás. Giselle orou silenciosamente, reivindicando as promessas bíblicas e agradecendo a Jesus pela iminente vitória. Enquanto o pastor lia outra promessa, Dezba se contorceu de dor e caiu no chão.

“Por que você acha que nada acontece comigo?”, disse o Pastor Phil. “É porque Jesus é mais poderoso, mas você precisa render-se a Ele”.

Dezba rolava no chão, gritando: “Dói! Isso dói!”

Então, levantou-se e fugiu pela porta no corredor do prédio da administração do internato. Giselle correu atrás dela, temendo que a garota tentasse fugir do campus. Dezba se virou e olhou para Giselle. A expressão em seu rosto era indescritível. Giselle sabia que não era a garota olhando para ela, e engoliu o medo que subia pela garganta.

O MALIGNO DERROTADO

Do lado de fora do edifício, Giselle sentou-se com Dezba nos degraus de concreto. O Pastor Phil logo se juntou a elas.

“Você só precisa reivindicar o nome de Jesus”, disse o pastor. “Até você reivindicar o nome de Jesus, isso não vai deixar você.”

Dezba caiu na grama, gritando.

Finalmente, ela disse: “Eu aceito! Eu aceito!”

“Você aceita Jesus em sua vida?”, perguntou o pastor. “Sim, aceito!”, ela disse, com a voz cheia de dor.

Em um instante, tudo acabou. O espírito maligno a deixou e Dezba ficou imóvel.

“Você se sente cansada?”, perguntou o pastor Phil.

“Sim”, ela disse quase sussurrando.

Giselle estava dominada por emoções e choro.

“Foi lindo viver esta vitória!”, disse ela mais tarde.

Depois de algum tempo, Dezba foi ao dormitório das meninas e, com a ajuda de Giselle, dedicou o quarto para Jesus. As duas copiaram promessas da Bíblia em cartazes e os penduraram nas paredes.

Esse não foi o único incidente no qual Giselle, uma formanda de 27 anos da Southwestern Adventist University, e outros funcionários da Holbrook presenciaram o grande conflito em primeira mão. Certa ocasião, durante uma reunião no escritório de Giselle, uma menina começou a brincar com os lábios e a olhar para o canto. A menina disse que via seu padrasto morto. Giselle sentiu um estranho frio inundar a sala. Imediatamente orou e repreendeu o espírito maligno, que deixou a menina.

Os alunos relataram ocorrências sobrenaturais – ver e ouvir coisas – nos dormitórios. Certa noite, quando Giselle entrou pela primeira vez na escola, trabalhando como monitora no dormitório das meninas, sentiu uma presença escura encher seu apartamento. Ela ouviu como que uma voz na mente dizer: “Você precisa orar agora!” Assim ela fez: “Senhor, não sei o que está acontecendo, mas peço-Lhe que me proteja e as meninas com Seus anjos.”

Na parte da manhã, a preceptora das meninas, que morava no pavimento superior ao de Giselle, disse-lhe que na noite anterior sentira presença de algo em seu quarto e uma invisível mão pressionando-a. Ela estava aterrorizada e não conseguia se mover. Então, em um instante, a mão foi retirada. A presença havia saído após a oração de Giselle.

MISSIONÁRIOS PRIVILEGIADOS

Tais eventos recordam a Giselle que o grande conflito é real e que Jesus está vindo em breve.

“Até chegar aqui, eu não percebia que cada vez que estamos ausentes ou não avançamos para o reino de Deus, o mal avança”, disse ela. “Posso ver isso em nossos alunos. Se não transmito constantemente luz em suas vidas, a escuridão toma conta e eu tenho que começar tudo de novo.”

Giselle diz que ama a obra missionária e não troca seu trabalho por outro.

“Não basta falar na igreja de vez em quando”, disse ela. “Somos chamados para caminhar e chorar com as pessoas. O trabalho missionário pode ser exaustivo, mas nunca me senti mais viva. Essa é a beleza de trabalhar com Deus. Ele fará coisas que você achava impossíveis. É uma bênção ser parte da Sua Obra e realmente se conectar com pessoas que precisam Dele.”

Jesus em breve voltará! Neste trimestre, ouvimos histórias sobre como o Espírito Santo está sendo derramado em escolas no Canadá, nas Ilhas Marshall e nos Estados Unidos. Ouvimos sobre o poder das reuniões evangelísticas. Hoje, a questão é: O que você está fazendo para a missão? Como Giselle na escola de Holbrook, você está entusiasmado com a missão e se sente mais vivo do que nunca? Vamos fazer nossa parte hoje, dando uma generosa oferta!

[Ofertas].


FAÇA DOWNLOAD AQUI

 

sobre Portal da Escola Sabatina Online

O Portal da Escola Sabatina Online, Foi criado no dia 31 de Dezembro 2016 com o único intuito é incentivar a todos interessados a estudarem a LES e lhe concedendo a oportunidade de terem acessos diariamente pela via online. Todos os conteúdos do Portal é extremamente de máxima qualidade! Direção: Thiago A. de Oliveira - Baixo Guandu/ES.

Além disso, verifique

Comentários de Ellen White: Lição 13 – Viagem a Roma – 22 a 29 de Setembro 2018

  SÁBADO A TARDE – 22 DE SETEMBRO 2018 – INTRODUÇÃO Pensemos um pouco na …

2 Comentários

  1. enoque Wango Dombo

    venho por este meio pedir as informativo mundiais da missões, por trimestre por lindo trabalho que tem feito…

  2. Esplêndido maravilhoso trabalho realizado aqui
    Continuem levando esperança as pessoas.
    Se puderem mandem para mim material.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale Conosco!!