Novidades
Início / INFORMATIVOS DAS MISSÕES (CRIANÇAS) - 1° TRIMESTRE 2019 / Informativo das Missões (Infantil): “Não Foi minha Culpa” – 16 de Março 2019

Informativo das Missões (Infantil): “Não Foi minha Culpa” – 16 de Março 2019

image_pdfFazer Downloadimage_printImprimir

 



Mary não gosta de se lembrar de quando estava com 17 anos e cursava o 7º ano. Ela morava com o irmão mais velho na capital de Zâmbia, Lusaka. Mary ajudava o irmão e a esposa nas tarefas de casa. Ela também era babá de duas crianças, uma menina de seis anos e um garoto de dois. Certo dia, Mary atravessou a rua com o sobrinho, Riudo, para visitar uma família amiga e a filha, que era da mesma idade dela. A casa da vizinha não tinha eletricidade, e o alimento era aquecido em um fogão a carvão.

Enquanto conversavam na sala de estar, Riudo entrou correndo na cozinha. Haviam acabado de tirar uma panela de água quente do fogão e a colocado no chão para o banho noturno. Um grito estridente alertou que algo terrível tinha acontecido. Mary correu para a cozinha e encontrou Riudo parado e chorando de dor. Uma perna da calça estava encharcada. Ele havia escorregado. Ela não sabia o que fazer. “Vamos ajoelhar e orar”, a amiga sugeriu.

Mary acreditava em Deus, mas não tinha o costume de orar. Por isso, não sabia o que falar. Depois de se ajoelhar, orou: “Por que o Senhor fez isso comigo? Faça-se a Sua vontade.” Quando a amiga tirou a calça do menino, a pele saiu junto com a peça de roupa. Mary correu até sua casa, voltou trazendo manteiga e passaram na perna dele para impedir o inchaço. A amiga pediu ao vizinho que tinha um carro para os levar ao hospital. Então telefonou para o irmão e a esposa, que estavam trabalhando. A cunhada chegou primeiro ao hospital. Olhou para Mary e perguntou: “O que você fez com esta criança?” Mary se sentiu responsável pelo acidente. Não sabia o que fazer a não ser chorar.

Depois de algum tempo, ela percebeu que não poderia ajudar em nada no hospital, por isso, voltou para casa. Cozinhou nshima (mingau grosso de milho) e chibwabwa (folhas de abóbora) para o jantar e colocou na mesa. Os demais familiares chegaram em casa às 23 horas. Outros parentes começaram a chegar. Em vez de perguntar o que havia acontecido, eles a culpavam e a criticavam muito. Ela não queria machucar a criança. Foi um acidente e estava além do seu controle. Então ficou sem comer por uma semana.

Quando a mãe, que vivia em outra região da cidade, soube que Mary não estava comendo, foi visitá-la. “Tudo acontece por um motivo”, disse. “Deus sabe que não foi sua intenção machucá-lo. Ele ajudará a resolver isso. Mas, ficar sem comer não ajuda. Alimentada e feliz, você poderá ajudar o garoto a recuperar a saúde.” Mary se alimentou pela primeira vez naquele dia, e passou a orar durante o dia e à noite, pedindo que Deus curasse o sobrinho. Ela dizia: “Tu sabes o que aconteceu. Embora as pessoas digam que foi minha culpa, elas não viram o acidente.”

Depois de três semanas, pela graça de Deus, Riudo estava completamente curado! Mary ficou impressionada. Hoje ele é um sadio garoto de cinco anos, mal se consegue ver as cicatrizes na perna. O relacionamento com os parentes também foi normalizado. Apesar do estresse pelo acidente, Mary conseguiu terminar o ano escolar e foi matriculada na Escola de Ensino Médio de Rusangu. Aprendeu muito sobre a espiritualidade e a conviver socialmente no internato adventista. Planejando ser batizada, Mary ora para sempre colocar Deus em primeiro lugar em tudo que fizer, porque Ele lhe concedeu a força necessária quando mais precisou. As pessoas podem fugir e rejeitar, mas a única pessoa que sempre nos aceitará é Deus.

Mary Mupaliwa, 20 anos, é aluna de 11º ano da Escola Secundária Rusangu, localizada na terra onde o missionário norte-americano William Harrison Anderson estabeleceu a primeira escola adventista na Rodésia do Norte (atual Zâmbia), em 1905. As ofertas missionárias apoiaram o trabalho de Anderson na criação de uma escola em Rusangu e continuam financiando a disseminação do evangelho por meio dos missionários. Agradecemos por sua liberalidade.

*Dicas*

• Encontre Lusaka, Zâmbia, no mapa.

• Enfatize para as crianças que Deus vê tudo e sabe quando algo não é culpa delas.

• Ensine as crianças a orar a Deus pedindo ajuda e a confiar que Ele responderá.

• Assista ao vídeo sobre Mary no link: bit.ly/Mary-Mupaliwa.

sobre Portal da Escola Sabatina Online

O Portal da Escola Sabatina Online, Foi criado no dia 31 de Dezembro 2016 com o único intuito é incentivar a todos interessados a estudarem a LES e lhe concedendo a oportunidade de terem acessos diariamente pela via online. Todos os conteúdos do Portal é extremamente de máxima qualidade! Direção: Thiago A. de Oliveira - Baixo Guandu/ES.

Além disso, verifique

Informativo das Missões (Adultos): Salvando Angola – 23 de Março 2019

Fazer DownloadImprimir  Paulo deixou a mãe extremamente zangada, quando abandonou o emprego e decidiu evangelizar …

um comentário

  1. paula

    nao gostei, o video deveria ser no indioma portugues.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Portal da Escola Sabatina Online

Seja Bem-Vindo(a), Estude diariamente as Lições da Escola sabatina da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

× Fale Conosco!